Portugal sofre com romenos segunda derrota no apuramento para Mundial de râguebi

A seleção portuguesa de râguebi perdeu hoje com a Roménia por 28-27, no Jamor, e somou a segunda derrota noutros tantos encontros do Europe Championship, competição também de qualificação para o Mundial França2023.

Portugal sofre com romenos segunda derrota no apuramento para Mundial de râguebi

Portugal sofre com romenos segunda derrota no apuramento para Mundial de râguebi

A seleção portuguesa de râguebi perdeu hoje com a Roménia por 28-27, no Jamor, e somou a segunda derrota noutros tantos encontros do Europe Championship, competição também de qualificação para o Mundial França2023.

Num encontro que terminou empatado em número de ensaios (3-3), os romenos conseguiram a ‘cambalhota’ no marcador apenas na bola de jogo, com um ensaio transformado que os colocou na frente pela primeira vez desde o minuto 11 e castigou os demasiados erros não forçados de Portugal.

Ao contrário de há uma semana, frente à Geórgia, quando cometeram apenas três penalidades em zonas ‘proibidas’, os ‘lobos’ foram hoje uma equipa muito mais indisciplinada e acabaram por jogar mais de 20 minutos em inferioridade numérica, devido aos cartões amarelos mostrados a José Rebelo de Andrade (cinco), Mike Tadjer (40+5) e Eric dos Santos (90).

A Roménia foi aproveitando a indisciplina portuguesa para ‘massacrar’ no jogo de avançados, com sucessivos ‘mauls’ e formações ordenadas que lhes permitiram acabar o jogo por cima fisicamente, e dar a volta ao marcador, depois de Portugal ter chegado a uma aparentemente confortável vantagem de 13 pontos (27-14), aos 68 minutos.

Portugal chegou ao intervalo a vencer por 17-9, graças aos ensaios de Dany Antunes (11 minutos) e Jerónimo Portela (35), ambos transformados por Samuel Marques, conseguidos nas poucas vezes em que conseguiu, finalmente, ‘sacudir’ o jogo de avançados romeno e explorar a sua velocidade e jogo à mão.

A Roménia ia-se mantendo dentro do resultado, através de penalidades que castigavam a indisciplina portuguesa, e de um ensaio de Alexandru Savin (50), aproveitando mais um período de inferioridade numérica portuguesa.

Quando Raffaele Storti (67 minutos) concluiu em ensaio mais uma boa jogada à mão das linhas atrasadas portuguesas e a transformação de Samuel Marques (68) ampliou a vantagem para 13 pontos, a questão que se colocava era se Portugal conseguiria o quarto ensaio que lhe desse o bónus ofensivo.

Porém, os sucessivos erros e perdas de bola nos alinhamentos de introdução própria de Portugal resultaram num gigantesco ‘balde de água fria’, com os ensaios de Nicolas Onutu (75) e Ovidiu Cojocaru (80), ambos transformados por Ionel Melinte, que deram a volta ao marcador.

 

Jogo no Campo A do Centro de Alto Rendimento do Jamor, em Oeiras.

Portugal – Roménia, 27-28.

Ao intervalo: 17-9.

Sob arbitragem do francês Luc Ramos, as equipas alinharam:

– Portugal: Francisco Fernandes, Mike Tadjer, Anthony Alves, Rafael Simões, José Rebelo de Andrade, João Granate, José Madeira, Manuel Picão, Samuel Marques, Jerónimo Portela, Rodrigo Marta, Tomás Appleton, José Lima, Raffaele Storti e Dany Antunes.

Jogaram ainda: David Costa, Duarte Diniz, Geoffrey Moïse, Eric dos Santos, Francisco Sousa, Theo Entraigues, Jorge Abecasis e Nuno Sousa Guedes.

Ensaios (3): Dany Antunes (11), Jerónimo Portela (35), Raffaele Storti (67).

Conversões (3): Samuel Marques (12, 36, 68).

Penalidades (2): Samuel Marques (17, 61).

Selecionador: Patrice Lagisquet.

– Roménia: Alexandru Savin, Marian-Eugen Capatina, Alexandru Gordas, Ionut-Lucian Muresan, Adrian Motic, Johannes Van Heerden, Cristi-Marian Chirica, Andre Gorin, Florin Surugiu, Tudor-Andrei Boldor-Boghita, Nicolas Onutu, Florian Vlaicu, Florin Popa, Ionut Dumitru e Ionel Melinte.

Jogaram ainda: Ovidiu Cojocaru, Constantin Prsitavita, Costel Burtila, Marius Iftimiciuc, Vlad Neculau, Gabriel Rupanu, Daniel Plai e Paul Popoaia.

Ensaios (3): Alexandru Savin (50), Nicolas Onutu (75), Ovidiu Cojocaru (80).

Conversões (2): Ionel Melinte (76, 80+1).

Penalidades (3): Florin Vlaicu (03, 22, 30).

Selecionador: Andrew Robinson.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para José Rebelo de Andrade (05), Marian-Eugen Capatina (23), Mike Tadjer (40+5) e Eric dos Santos (90).

Assistência: jogo disputado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

 

SYL // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS