Pepa quer Paços de Ferreira com ‘fato de macaco’ frente ao Benfica

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, disse hoje ser necessário “vestir o fato de macaco” e ter “superação” para vencer no sábado o Benfica, em jogo da 26.ª jornada da I Liga de futebol.

Pepa quer Paços de Ferreira com 'fato de macaco' frente ao Benfica

Pepa quer Paços de Ferreira com ‘fato de macaco’ frente ao Benfica

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, disse hoje ser necessário “vestir o fato de macaco” e ter “superação” para vencer no sábado o Benfica, em jogo da 26.ª jornada da I Liga de futebol.

“O Benfica está muito bem em termos de resultados. Tem muitas oportunidades e está a ter consistência, num rendimento que está muito alto. Será muito difícil, mas, mais do que coragem e olhar nos olhos, a palavra certa é superação. Temos de colocar o fato de macaco e ter superação no campo, em cada momento do jogo, para vencermos o difícil jogo de amanhã [sábado]”, disse Pepa, na conferência de imprensa.

O técnico pacense explicou o lema da superação com “o esforço tremendo” exigido a quem corre atrás do sonho (europeu), numa fase em que a equipa chega aos seus limites.

“Não interessa a idade, os minutos, alguns são miúdos, com poucos jogos na I Liga, mas vamos com tudo. Este é o lema da superação, sabemos que a casa dos 40 [pontos] nos deu muito trabalho, mas queremos chegar à barreira dos 50, sabendo ainda que está uma montanha muito grande para subir. Mas essa alma, essa entrega e dedicação vão estar presentes”, sublinhou.

O Paços recebe o Benfica sem Douglas Tanque, titular no centro do ataque, expulso após o final da partida em Famalicão (derrota por 2-0), e sem João Pedro, o seu habitual substituto, ainda a contas com o processo disciplinar interno, devido à participação numa festa ilegal, em Esposende.

O técnico pacense admitiu que as características individuais das diferentes opções ajudam a alterar as dinâmicas coletivas, mas sem procurar desculpas nas ausências.

“O Paços não se pode dar ao luxo de ter dois jogadores por posição com o mesmo nível, mas nunca me queixei das ausências. Não está o Tanque, mas estão outros, teremos 11 guerreiros e faremos tudo o que estiver ao alcance para vencer”, referiu Pepa, insistindo na “competência, rigor e superação tremenda” dos atletas que forem a jogo.

O treinador reconheceu ainda que “o Benfica vai obrigar o Paços a ser perfeito”, ou o mais perfeito possível, evitando as transições permitidas ao Famalicão, no jogo anterior.

“Precisamos de ter essa capacidade amanhã [sábado], estarmos ligados ao jogo, para que as coisas saiam com naturalidade”, concluiu.

Marco Baixinho e Diaby estão lesionados e vão ficar de fora, numa lista de ausentes extensiva a Douglas Tanque, que vai cumprir castigo. João Pedro e David Suahele, ainda a contas com o processo disciplinar interno, também falham o jogo com o Benfica.

O Paços de Ferreira, no quinto lugar, com 44 pontos, defronta o Benfica, terceiro, com 54, no estádio Capital do Móvel, no sábado, às 20:30, num jogo que terá arbitragem de Hugo Miguel, da associação de Lisboa.

CYA // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS