Penafiel encontrou as Chaves da vitória no segundo tempo

O Desportivo de Chaves marcou hoje passo na corrida pelos lugares de subida na II Liga de futebol, ao perder em Penafiel, por 2-1, interrompendo uma invencibilidade de 12 jogos, a nove jornadas do fim do campeonato.

Penafiel encontrou as Chaves da vitória no segundo tempo

Penafiel encontrou as Chaves da vitória no segundo tempo

O Desportivo de Chaves marcou hoje passo na corrida pelos lugares de subida na II Liga de futebol, ao perder em Penafiel, por 2-1, interrompendo uma invencibilidade de 12 jogos, a nove jornadas do fim do campeonato.

Os flavienses desperdiçaram a vantagem no marcador, alcançada por Wellington, aos 42 minutos, soçobrando no segundo tempo aos tentos de João Amorim, aos 52, e Edson Farias, aos 82, não conseguindo ainda descolar do concorrente direto Feirense, derrotado em casa pelo Leixões.

Na tabela, o Penafiel, que não vencia há três jornadas, subiu à condição ao oitavo lugar, com 35 pontos, enquanto o Chaves mantém o quarto lugar, ainda em zona de ‘play-off’, com os mesmos 44 pontos do Feirense, mas poderá perder terreno para o trio da frente.

O jogo começou vivo, com as duas equipas de olhos na baliza contrária e muito agressivas na reação à perda, pertencendo aos locais o primeiro remate enquadrado à baliza, por Zé Valente, aos oito minutos, mas, na resposta, aos 13, Jô viu o golo negado numa enorme defesa de Caio Secco.

Édi Semedo, após canto, ainda enviou a bola ao ‘ferro’ e Feliz também ficou perto de marcar, mas seriam os flavienses a festejar já perto do intervalo, aos 42, quando Wellington emendou ao segundo poste um cruzamento de Batxi da direita.

Em vantagem, o Chaves entrou mais tranquilo e melhor na segunda parte, mas uma bonita jogada de envolvimento coletivo dos locais, ao primeiro toque, devolveu a igualdade no marcador. Finalizou João Amorim, aos 52 minutos, num remate que contou ainda com um ligeiro desvio, o suficiente para tirar Paulo Vítor da trajetória da bola.

 A reação do Chaves chegou pelos pés de João Teixeira, muito perto de marcar aos 61 minutos, seguindo-se um período mais incaracterístico, que durou quase até ao tento da reviravolta, aos 82 minutos, quando Edson Farias emendou um cruzamento de Édi Semedo.

Na resposta, Caio Secco negou o empate a Adriano Castanheira, num final de jogo com o Chaves a conseguir encostar o Penafiel à sua área.

Jogo no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel — Desportivo de Chaves, 2-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Wellington, 42 minutos.

1-1, João Amorim, 52.

2-1, Edson Farias, 82.

 

Equipas:

– Penafiel: Caio Secco, Vitinha (Edson Farias, 67), Gonçalo Loureiro, Leandro Teixeira, Simãozinho, Capela, João Amorim (Vasco Braga, 66), Feliz Vaz, Zé Valente (Robinho, 73), Édi Semedo e Roberto (Ronaldo Tavares, 73).

(Suplentes: Filipe Ferreira, Edson Farias, Ruca, Vasco Braga, Bruno César, Robinho, Pedro Prazeres, Rui Pedro e Ronaldo Tavares).

Treinador: Filipe Rocha.

– Desportivo de Chaves: Paulo Vítor, Nuno Campos (João Correia, 83), Luís Rocha, Alexsandro, Bruno Langa, Kevin Pina, Obiora (Guima, 72), João Baxti (Juninho, 72), João Teixeira, Wellington (Adriano Castanheira, 83) e Jô (Platiny, 73).

(Suplentes: Samu, João Correia, João Queirós, Guima, Paulinho, Patrick Fernandes, Platiny, Adriano Castanheira e Juninho).

Treinador: Vítor Campelos (substituído no banco por Fernando Baptista devido a castigo).

 

Árbitro: Gustavo Correia (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Teixeira (21), Vitinha (34), Capela (57) e Alexsandro (85).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

 

CYA // AMG 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS