Paralímpicos: Tóquio abre Jogos adiados pela pandemia

Os Jogos Paralímpicos Tóquio2020 arrancam hoje com a participação de 4.400 atletas, entre os quais 33 portugueses, com a realização da Cerimónia de Abertura, no Estádio Nacional da capital japonesa.

Paralímpicos: Tóquio abre Jogos adiados pela pandemia

Paralímpicos: Tóquio abre Jogos adiados pela pandemia

Os Jogos Paralímpicos Tóquio2020 arrancam hoje com a participação de 4.400 atletas, entre os quais 33 portugueses, com a realização da Cerimónia de Abertura, no Estádio Nacional da capital japonesa.

Numa cerimónia sem público, devido à pandemia de covid-19, Tóquio vai marcar o início da 16.ª edição do evento, que “coroará” 539 campeões paralímpicos em 22 modalidades, entre as quais o badminton e o taekwondo, que se estreiam no programa.

O lançador de peso Miguel Monteiro e a jogadora de badminton Beatriz Monteiro, de apenas 15 anos, serão os porta-estandarte de Portugal na cerimónia, agendada para as 20:00 (12:00 em Lisboa), e que tem como tema central a frase: “Seguindo em frente, temos asas”.

Portugal será o 133.º país a entrar no estádio, num desfile que será aberto pela equipa de atletas refugiados e fechará com as representações da França, que acolherá os próximos Jogos, e do anfitrião Japão.

Devido às restrições impostas pela pandemia, que obrigou ao adiamento da competição por um ano, o número de elementos das 163 comitivas presentes no estádio será reduzido, devendo Portugal estar representado por 24 atletas.

Tóquio torna-se a primeira cidade a acolher a competição paralímpica pela segunda vez, depois de ter organizado o evento em 1964, no mesmo ano em que recebeu os Jogos Olímpicos, tendo então recebido 390 atletas, de 22 países.

AO // JP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS