Oliveira

Oliveira “confortável” na liderança do Mundial de Moto2 e com o título em mente

O piloto Miguel Oliveira manifestou-se “muito confortável” com a liderança do campeonato do mundo de Moto2, após a vitória no Grande Prémio da República Checa, e espera poder conduzir a KTM ao título.

“Sou líder neste momento, é uma posição em que nunca estive, mas já estive a lutar por ela, portanto estou muito confortável neste momento, a seguir nesta linha”, afirmou o português, de 23 anos, após o seu segundo triunfo da temporada no Mundial de motociclismo de velocidade, alcançado no circuito de Brno.

A vitória na décima das 19 corridas da temporada permitiu a Miguel Oliveira ascender ao comando do campeonato, com 166 pontos, mais dois do que o italiano Francesco Bagnaia (Kalex), que terminou a prova em terceiro, atrás do compatriota e colega de equipa Luca Marini.

“O nosso objetivo, como equipa, é continuar a divertirmo-nos com estas corridas, fazer um bom trabalho. Sabemos que a mota não é perfeita, mas estamos a trabalhar nisso. Vamos tentar que este sonho de todos seja um objetivo e se torne realidade em breve”, afirmou Oliveira.

O piloto de Almada, que na próxima temporadas vai disputar o campeonato de MotoGP, a categoria rainha, partiu da quarta posição da grelha e assumiu a liderança a quatro voltas do final, mantendo com Luca Marini uma intensa luta pelo triunfo até aos últimos instantes da corrida.

“Foi uma corrida com bastante luta. Sabia desde o início que o ritmo não iria ser muito alto. Tudo teria a ver apenas com as ultrapassagens e não perder muito tempo. Quando [Lorenzo] Baldassarri veio de trás e nos passou, eu pensei que poderia ter algo extra, então quis liderar a corrida nas últimas voltas e tentar defender-me de alguns ataques. O Marini tentou ultrapassar-me nas últimas voltas, eu consegui defender a minha linha bastante bem e atacar no momento certo”, descreveu Oliveira.

O piloto português subiu pela sexta vez ao pódio nesta temporada, contabilizando duas vitórias, dois segundos lugares e dois terceiros.

A 11.ª das 19 provas é Grande Prémio da Áustria, que se realiza em 12 de agosto na ‘casa’ da equipa de Miguel Oliveira, o Red Bull Ring, em Spielberg.

PA // JLG

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Oliveira “confortável” na liderança do Mundial de Moto2 e com o título em mente

O piloto Miguel Oliveira manifestou-se “muito confortável” com a liderança do campeonato do mundo de Moto2, após a vitória no Grande Prémio da República Checa, e espera poder conduzir a KTM ao título.