Nike junta-se à EA Sports na preocupação com as acusações de violação a Ronaldo

Nike junta-se à EA Sports na preocupação com as acusações de violação a Ronaldo

A pressão sobre Cristiano Ronaldo aumenta por parte dos seus patrocinadores, agora com a Nike a juntar-se à ‘gigante’ de jogos de vídeo EA Sports, ao expressar preocupação com a alegação de violação que o futebolista português enfrenta.

Este já negou a acusação e recebeu hoje o apoio público do seu atual clube, a Juventus, de Itália, pouco depois do comunicado que a Nike divulgou na Agência Associated Press (AP).

A Nike tem um contrato com Cristiano Ronaldo, que é um dos jogadores mais famosos e ricos do mundo, desde 2003, tendo a última renovação ocorrido em 2016, em termos que garantem ao internacional português arrecadar uma verba próxima dos mil milhões de dólares na vigência do mesmo.

A fabricante de roupas de Beaverton, sediada no Oregon, expressou também preocupação com os pormenores que surgem no âmbito de um processo aberto na semana passada num tribunal do Nevada por uma mulher que alega ter sido estuprada por Ronaldo em Las Vegas, em 2009.

“Estamos profundamente preocupados com estas alegações perturbadoras e continuaremos a monitorizar de perto a situação”, informou a Nike em comunicado enviado à AP.

Cristiano Ronaldo usa botas Nike e tem surgido em inúmeras campanhas publicitárias da marca.

O capitão da seleção portuguesa também representa a EA Sports, aparecendo o seu rosto na capa da edição de 2019 do jogo de vídeo, que foi lançado a semana passada a nível mundial.

“Vimos o relatório preocupante que detalha as acusações contra Cristiano Ronaldo. Estamos a acompanhar de perto a situação, pois esperamos que os atletas e embaixadores da marca se comportem de maneira consistente com os valores da EA”, declarou a empresa à AP.

Enquanto a maioria dos futebolistas com 33 anos está perto do final da carreira, Cristiano Ronaldo é cobiçado pelos maiores clubes do mundo, tendo-se transferido neste mercado de verão do Real Madrid para a Juventus por 112 milhões de euros, depois de nove épocas consecutivas ao serviço dos ‘merengues’.

Quebrando o silêncio sobre a alegada violação, a Juventus reforçou hoje o apoio ao jogador através de um comunicado no ‘twitter’: “Cristiano Ronaldo mostrou nos últimos meses o seu grande profissionalismo e dedicação, que é apreciado por todos na Juventus. Os eventos de que é acusado remontam há dez anos e não alteram essa opinião, que é compartilhada por qualquer um que tenha privado de perto com esse grande campeão”.

JEC // VR

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Nike junta-se à EA Sports na preocupação com as acusações de violação a Ronaldo

A pressão sobre Cristiano Ronaldo aumenta por parte dos seus patrocinadores, agora com a Nike a juntar-se à ‘gigante’ de jogos de vídeo EA Sports, ao expressar preocupação com a alegação de violação que o futebolista português enfrenta.