Nápoles empata, Juventus, sem Ronaldo, garante ‘Champions’ e Roma Liga Conferência

A Juventus garantiu hoje um lugar na Liga dos Campeões de futebol, após golear o Bolonha (4-1) e beneficiar do empate no Nápoles-Verona (1-1), no fecho da Liga italiana, enquanto a Roma vai à Liga Conferência.

Nápoles empata, Juventus, sem Ronaldo, garante 'Champions' e Roma Liga Conferência

Nápoles empata, Juventus, sem Ronaldo, garante ‘Champions’ e Roma Liga Conferência

A Juventus garantiu hoje um lugar na Liga dos Campeões de futebol, após golear o Bolonha (4-1) e beneficiar do empate no Nápoles-Verona (1-1), no fecho da Liga italiana, enquanto a Roma vai à Liga Conferência.

O técnico Andrea Pirlo surpreendeu ao deixar Cristiano Ronaldo entre os suplentes, juntamente com o compatriota Félix Correia, mas em campo não se deu pela falta do avançado português, dada a exibição sólida conseguida pela ‘vecchia signora’.

Ainda assim, mesmo sem participar na 38.ª e última ronda, Ronaldo terminou a competição como melhor marcador (29 golos) e viu do ‘banco’ Alvaro Morata (29 e 47) ‘bisar’ e Federico Chiesa (seis) e Adrien Rabiot (45) anotarem os restantes golos da ‘Juve’. O médio Orsolini (86) fez o tento de ‘honra’ do Bolonha.

Em Nápoles, a vitória diante do Verona parecia bem encaminhada, quando Rrahmani abriu o ativo, aos 60 minutos, contudo, a equipa de Miguel Veloso, hoje suplente, restabeleceu a igualdade por Davide Faraoni (69) e o emblema do lateral utilizado Mário Rui concluiu em quinto, com 77 pontos, ‘caindo’ para a Liga Europa, na qual vai estar também a Lazio (sexta, 68).

A Atalanta já tinha lugar na ‘Champions’ garantido, mas o segundo lugar acabou por ficar entregue ao AC Milan, que foi a Bergamo triunfar por 2-0. Um ‘bis de Kessie, aos 43 e 90+2, deu o segundo posto ao emblema milanês e um lugar na prova mais importante de clubes da UEFA.

Num encontro em que a Atalanta terminou com menos um elemento, face à expulsão de Marten de Roon (90+1), no AC Milan, o português Rafael Leão foi opção inicial e Diogo Dalot entrou no decorrer da segunda parte.

O campeão Inter conclui a Serie A com 91 pontos, contra os 79 do rival AC Milan (segundo) e 78 da Atalanta (terceira) e Juventus (quarta).

A Lazio já não podia largar a sexta posição e, frente ao Sassuolo, acabou por facilitar e sair derrotada por 2-0, um desfecho que podia prejudicar a rival Roma (sétima, com 62), que empatou em Spezia (2-2), na despedida do treinador português Paulo Fonseca.

Na próxima temporada, será o compatriota José Mourinho a comandar os ‘giallorossi’ na nova prova da UEFA.

De resto, o duelo entre Torino e o já despromovido Benevento terminou empatado 1-1.

O Inter Milão, que se consagrou campeão garantido no início do mês, quando ainda faltavam quarto rondas para o final, goleou na receção à Udinese (5-1), com golos de Ashley Young (08 minutos), Christian Eriksen (44), Lautaro Martinez (55), Ivan Perisic (64) e Romelu Lukaku (71).

Roberto Pereyra, de penálti, fez o tento de ‘honra’ do conjunto de Udine, que ficou em 14.º, com 40.

O Internazionale, de Antonio Conte, acabou com uma ‘seca’ que durava desde 2009/10, quando chegou ao ‘penta’ sob o comando do treinador português José Mourinho, também campeão em 2008/09.

A formação ‘nerazzurri’ isolou-se no segundo lugar do ‘ranking’ de vencedores da ‘Serie A’, com 19 troféus, deixando para trás o rival AC Milan, com 18, o último em 2010/11, antes de nove seguidos da Juventus, que totaliza 36.

AJC (DN/PFO) // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS