Mundial2022: Chamada de António Silva foi com base na observação, diz Santos

A convocatória do defesa António Silva, do Benfica, que se estreia em convocatórias ‘AA’ para representar Portugal no Mundial2022, do Qatar, foi com base no trabalho de observação, segundo disse hoje o selecionador luso, Fernando Santos.

Mundial2022: Chamada de António Silva foi com base na observação, diz Santos

Mundial2022: Chamada de António Silva foi com base na observação, diz Santos

A convocatória do defesa António Silva, do Benfica, que se estreia em convocatórias ‘AA’ para representar Portugal no Mundial2022, do Qatar, foi com base no trabalho de observação, segundo disse hoje o selecionador luso, Fernando Santos.

“As nossas convocatórias sempre foram feitas tendo por base as observações que fazemos. Não é nada de novo relativamente ao nosso estilo, à forma como pensámos e imaginámos, mas sim como queremos abordar o Campeonato do Mundo, potenciando ao máximo a capacidade dos jogadores, quer em dinâmica ofensiva, defensiva e nos vários momentos do jogo”, começou por justificar o técnico, em conferência de imprensa.

O central, que recentemente completou 19 anos, tem sido habitual titular nos ‘encarnados’ e, consequentemente, uma das grandes figuras da equipa benfiquista na presente época.

As ausências notórias dos médios Renato Sanches e João Moutinho e do avançado Gonçalo Guedes foram tema de conversa com os jornalistas, após serem conhecidos os 26 convocados. Porém, Fernando Santos preferiu não individualizar.

“Assim, tínhamos de ir jogador a jogador. O que é mais relevante é que estes são os que vão ao Mundial. Não tenho dúvidas nenhumas e tenho confiança absoluta neles. Todos têm um desejo enorme de voltar dia 19 [de dezembro, após a final], depois é discutível se podia ser o António, o João ou o Manuel”, argumentou.

Fernando Santos acrescentou que não ficaria bem apresentar justificações para quem ficou de fora, assim como para quem está dentro do lote.

“Eu sei que levo jogadores que nunca estiveram numa fase final, mas isso também aconteceu em 2016 e em 2018. Se mudamos é porque mudamos, se não mudamos, não mudamos. Tinha de fazer escolhas e eu e a minha equipa técnica escolhemos com base no nosso plano. Procurando ter jogadores diferenciados”, terminou.

A lista final de 26 jogadores terá de ser enviada para a FIFA na segunda-feira, precisamente quando Portugal inicia a preparação para o Mundial2022, que inclui um jogo de preparação com a Nigéria, de José Peseiro, em 17 de novembro, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

A comitiva lusa viajará para o Qatar no dia seguinte, em 18 de novembro, tendo estreia marcada no Grupo H para 24 de novembro, diante do Gana, antes de defrontar Uruguai, em 28, e a Coreia do Sul, de Paulo Bento, em 02 de dezembro.

AJC (MO)// MO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS