Movimento avança com processo de destituição de Frederico Varandas

Grupo reuniu assinaturas equivalentes a cerca de três mil votos.

Movimento avança com processo de destituição de Frederico Varandas

Movimento avança com processo de destituição de Frederico Varandas

Grupo reuniu assinaturas equivalentes a cerca de três mil votos.

«Dar Futuro ao Sporting» é o nome do movimento que entregou, esta terça-feira, 7 de janeiro, os documentos necessários para uma Assembleia Geral extraordinária para a destituição de Frederico Varandas.

LEIA DEPOIS
Sete distritos sob aviso amarelo na quinta-feira

Carlos Mourinha – um dos líderes do movimento – revela ao Público que o grupo recolheu as assinaturas equivalentes a cerca de três mil votos, o que é três vezes mais do que o mínimo presente nos estatutos do clube. As assinaturas foram recolhidas em apenas quatro ações junto ao Estádio José Alvalade.

«Entregámos mais de 1200 páginas de documentação relacionadas com este pedido. A reunião demorou um pouco para o número de páginas e a documentação serem validadas pela Mesa da Assembleia Geral (MAG). A reunião correu muito bem. O doutor Rogério Alves [presidente da MAG] pediu-nos um prazo de 15 dias úteis para rever a documentação. Prazo esse que nós aceitámos. Foi-nos dito que, após esses 15 dias, teremos o mesmo período para fazermos a recolha de fundos para o pagamento da Assembleia Geral de destituição», detalha Carlos Mourinha.

Impala Instagram


RELACIONADOS