Mourinho aceita um ano de prisão e multa de mais de 2 milhões por fraude fiscal

O treinador português de futebol José Mourinho aceitou hoje a condenação a um ano de prisão, com pena suspensa, e pagar 2,2 milhões de euros por fraude fiscal no âmbito de um acordo com a justiça espanhola.

Segundo a agência noticiosa EFE, Mourinho esteve hoje num tribunal de Madrid para formalizar o acordo com as autoridades fiscais e judiciais espanholas, que o acusaram de ocultar receitas de 3,3 milhões de euros em 2011 e 2012, relativas a direitos de imagem, quando era treinador do Real Madrid.

Além da multa de mais de dois milhões de euros e dos 182.500 euros, nos quais foi convertido o ano de prisão com pena suspensa, Mourinho, atualmente sem clube, vai pagar a verba que terá ocultado. Segundo o acordo, que tem ainda de ser ratificado por um juiz, José Mourinho já pagou em julho 462.000 euros, pelo que a verba em dívida é de 2,84 milhões.

José Mourinho é uma das várias figuras do futebol mundo a enfrentar problemas com as autoridades fiscais espanholas, que recentemente chegaram a acordo com o futebolista Cristiano Ronaldo para o pagamento de uma multa de 18,8 milhões de euros.

 

LEIA MAIS 

Previsão do tempo para quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Homem suspeito de ter matado filha e sogra no Seixal «merece ser cortado aos bocadinhos»

Decoradora de ‘Querido Mudei a Casa’ sofre de doença rara

Seis anos após acidente, toureiro José Luís Gonçalves tem recuperação milagre

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Mourinho aceita um ano de prisão e multa de mais de 2 milhões por fraude fiscal

O treinador português de futebol José Mourinho aceitou hoje a condenação a um ano de prisão, com pena suspensa, e pagar 2,2 milhões de euros por fraude fiscal no âmbito de um acordo com a justiça espanhola.