Mourinho diz que o Manchester United

Mourinho diz que o Manchester United “não deveria ser sétimo” em Inglaterra

O treinador português José Mourinho considerou hoje que o Manchester United “não deveria ser sétimo” classificado na liga inglesa de futebol, apesar do forte investimento financeiro do Everton, orientado pelo compatriota Marco Silva, que ocupa o sexto lugar.

“Estou de acordo que o Manchester United não deveria ser sétimo, apesar do fenomenal investimento do Everton e da grande melhoria que conseguiu em relação à última época”, disse Mourinho, em conferência de imprensa.

Apesar do início de época promissor por parte do Everton, o treinador do Manchester United disse não acreditar que a equipa liderada por Marco Silva termine o campeonato à frente dos ‘red devils’.

“Todos sabem que existem seis equipas que devem estar nas primeiras seis posições. Dessas, duas vão ficar fora do top-4. Na última temporada isso aconteceu com o Arsenal e com o Chelsea”, justificou Mourinho.

Esta época, com 14 jornadas disputadas, o Manchester United é o pior dos seis ‘grandes’ em Inglaterra, no sétimo lugar, com os mesmos 22 pontos do Everton, ambos a oito pontos do quinto posto, ocupado pelo Tottenham, e 16 do líder Manchester City.

“Quem é a melhor equipa dos seis? Quem tem maior potencial? Quem está a jogar melhor? São perguntas que existem sempre, mas no final da época o top-6 estará preenchido pelos seis que sabemos terem a responsabilidade de ali estar”, acrescentou.

Depois de novo resultado dececionante na última jornada, com um empate fora diante do Southampton (2-2), o United recebe na quarta-feira o Arsenal, quarto classificado e que na ronda anterior recebeu e venceu o rival Tottenham, por 4-2.

RPM // RPC

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Mourinho diz que o Manchester United “não deveria ser sétimo” em Inglaterra

O treinador português José Mourinho considerou hoje que o Manchester United “não deveria ser sétimo” classificado na liga inglesa de futebol, apesar do forte investimento financeiro do Everton, orientado pelo compatriota Marco Silva, que ocupa o sexto lugar.