Moreno pede Vitória com “humildade” na receção a Famalicão com “qualidade”

O treinador do Vitória de Guimarães, Moreno, afirmou hoje que os seus jogadores devem ter “humildade” diante de um Famalicão de “qualidade individual e coletiva”, no jogo que encerra a 11.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Moreno pede Vitória com

Moreno pede Vitória com “humildade” na receção a Famalicão com “qualidade”

O treinador do Vitória de Guimarães, Moreno, afirmou hoje que os seus jogadores devem ter “humildade” diante de um Famalicão de “qualidade individual e coletiva”, no jogo que encerra a 11.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os vimaranenses subiram da 11.ª para a sexta posição após três vitórias e de dois empates nas últimas cinco rondas do campeonato e podem subir pelo menos mais uma até ao final da jornada em curso, face à derrota do quarto classificado, Sporting, em Arouca (1-0).

Contudo, o técnico frisou que a “classificação não é importante” à 11.ª ronda, tendo pedido aos seus jogadores para se “focarem no que controlam”.

“Esperamos um jogo difícil. O nosso adversário tem qualidade individual e coletiva, e vai criar-nos problemas. Não nos podemos iludir com a série de resultados que temos tido. Devemos encarar o jogo com a mesma humildade [dos anteriores]”, referiu, na antevisão ao desafio marcado para as 20:15 de segunda-feira, em Guimarães.

Moreno lembrou que o Famalicão, 14.ª da tabela, com 10 pontos, somou três vitórias em quatro jogos oficiais desde que o treinador João Pedro Sousa rendeu Rui Pedro Silva no cargo, em 22 de setembro, e enalteceu os “atletas interessantes” que o vizinho do vale do Ave reúne desde que regressou ao escalão maior, em 2019/20, subindo com frequência de “patamar”.

Embora “desconfiado” de “elogios fáceis” e aparentes fases positivas, até porque uma equipa de futebol é sempre “avaliada” pelo jogo mais recente, o ‘timoneiro’ vimaranense admitiu que a “união” do grupo de trabalho tem contribuído para a “paz” que o clube vive.

Apesar dos lamentos quanto a assobios de vitorianos em contextos de jogo desfavoráveis, nomeadamente após a receção da quarta jornada ao Casa Pia (derrota por 1-0), Moreno reconheceu que os adeptos foram “importantes” no empate caseiro com o líder Benfica (0-0) e na vitória em Paços de Ferreira (1-0) e pediu-lhes para apoiarem uma equipa que mostra “alma”, mas também “qualidade”.

“O Vitória tem alma, mas também tem qualidade de jogo. Se fosse só um grupo com alma não tinha 17 pontos. Também há aqui qualidade. Ainda não estamos satisfeitos, porque a equipa tem condições para ser melhor no futuro”, salientou.

Convencido de que os seus pupilos “nunca se devem achar nem melhores nem piores” do que os adversários, nem “iludir-se”, o treinador mostrou-se ainda satisfeito com o regresso aos treinos de André Silva, avançado que parou cerca de dois meses com uma lesão e que está ainda indisponível para voltar aos relvados.

“O regresso dos jogadores faz com que sejamos mais fortes. O treinador vai ter mais ‘dores de cabeça’ para escolher, mas gosto de ter estas ‘dores de cabeça’. Estou muito satisfeito com o regresso do André Silva. Não nos podemos esquecer que esteve dois meses parado, mas será uma grande ajuda”, disse.

O Vitória de Guimarães, sexto classificado, com 17 pontos, recebe o Famalicão, 14.º, com 10, em jogo agendado para as 20:15 de segunda-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de António Nobre, da Associação de Futebol de Leiria.

 

TYME // MO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS