Miguel Cardoso quer Rio Ave a manter “regularidade” no duelo com o Vitória de Guimarães

O treinador do Rio Ave, Miguel Cardoso, quer que a sua equipa demonstre “regularidade” na partida deste sábado, frente ao Vitória de Guimarães, da 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Miguel Cardoso quer Rio Ave a manter

Miguel Cardoso quer Rio Ave a manter “regularidade” no duelo com o Vitória de Guimarães

O treinador do Rio Ave, Miguel Cardoso, quer que a sua equipa demonstre “regularidade” na partida deste sábado, frente ao Vitória de Guimarães, da 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O técnico dos vila-condenses reconhece que o triunfo da ronda passada, frente ao Tondela, que interrompeu um ciclo de quatro jogos sem vencer, foi “importante e deu confiança”, esperando dar sequência nesta deslocação ao campo dos vimaranenses.

“Vencer deu-nos uma alegria grande, até porque a equipa mereceu pela atitude forte que teve. Mostrou o caminho que temos de percorrer e o que temos de fazer para manter a regularidade”, disse Miguel Cardoso.

Sobre o adversário deste sábado, o treinador do Rio Ave falou de uma equipa “com muita qualidade e uma das melhores da Liga”, considerando que o conjunto minhoto está rotinado com as ideias do treinador.

“O Vitória tem um excelente plantel, e a classificação reflete isso mesmo, além da capacidade do João Henriques em unir os atletas em torno de uma ideia e de um propósito. Esperamos um adversário forte, mas o foco tem de estar no que temos de fazer”, analisou Miguel Cardoso.

Questionado sobre a quem cabe mais responsabilidade neste desafio, dada a diferença de patamar pontual entre os dois conjuntos, Miguel Cardoso lembrou que tem “12 treinos no comando do Rio Ave, enquanto que o treinador do Vitória deve ter mais de 100 sessões com a equipa”.

“Gostaríamos de estar numa situação competitiva que nos permitisse estar a discutir objetivos com o Vitória de Guimarães, mas, por agora, temos de nos focar no momento e para preparar este desafio com as valias que temos”, desabafou o técnico dos vila-condenses.

Miguel Cardoso, que orientou a equipa em apenas três jogos, desde que rendeu Pedro Cunha, diz estar ainda “a gerir contextos para que a equipa seja mais competitiva e compacta”, mas acredita que vai “tirar o melhor dos jogadores”.

“O importante é que a equipa se mantenha regular, e, ao mesmo tempo, conquiste pontos”, vincou.

O treinador admitiu que Fábio Coentrão ainda está em dúvida para este desafio, devido a uma lesão contraída na partida frente ao Tondela, mas já sabe que não pode contar com Júnio Rocha, Jambor e André Pereira, a recuperarem de problemas físicos, e com o central Borevkovic, que tem de cumprir um jogo de castigo.

O Rio Ave, 10.º classificado com 19 pontos, joga este sábado no terreno do Vitória de Guimarães, sexto com 31, numa partida agendada para as 18:00, que terá arbitragem de Gustavo Correia, da Associação de Futebol do Porto.

JPYG // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS