Melhor resultado líquido de sempre do Sporting aprovado em Assembleia Geral

Os sócios do Sporting aprovaram hoje em Assembleia Geral (AG) o relatório de gestão e contas da temporada 2021/22, que proporcionou o melhor resultado líquido de sempre do clube, ao gerar lucros de 13,632 milhões de euros (ME).

Melhor resultado líquido de sempre do Sporting aprovado em Assembleia Geral

Melhor resultado líquido de sempre do Sporting aprovado em Assembleia Geral

Os sócios do Sporting aprovaram hoje em Assembleia Geral (AG) o relatório de gestão e contas da temporada 2021/22, que proporcionou o melhor resultado líquido de sempre do clube, ao gerar lucros de 13,632 milhões de euros (ME).

No Pavilhão João Rocha, em Lisboa, o ponto único da ordem de trabalhos da sessão magna ‘leonina’ foi discutido e votado em simultâneo, sendo aprovado por 81,16%, valor que traduz 6.397 dos 7.882 votos contabilizados e 985 dos 1.261 associados presentes, como revelou o presidente da Mesa da Assembleia Geral, João Palma, à Sporting TV.

O Sporting registou primeira vez dois resultados positivos seguidos nos últimos 10 anos, após ter lucrado 135 mil euros em 2020/21, destacando o “sucesso da reestruturação financeira aliado à solidez operacional”, que foi sustentada pelo “regresso da atividade à normalidade depois do período pandémico” e pelo “crescimento recorde das receitas”.

O clube elevou ainda a participação na SAD de 63,8% para 83,9%, garantido, assim, a maioria do capital, resultante da recompra em março deste ano dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) detidos pelo Millennium BCP, por quase 14 ME.

A direção presidida por Frederico Varandas beneficiou também em 2021/22 de recordes na quotização e nas inscrições em modalidades, ao registar subidas de um e 13 ME, respetivamente, obtendo mais dois ME em ‘royalties’ pela utilização da marca Sporting.

Já a rubrica de vendas e serviços prestados aumentou de 10,8 para 13,2 ME entre as derradeiras duas temporadas, à semelhança dos fornecimentos e serviços externos, de 13,6 para 15,9 ME, relacionados com “a abertura progressiva da atividade” desportiva.

O ativo subiu (de 268.295 para 269.034 ME), em contraste com o passivo (de 236.736 para 223.799 ME), num clube que contempla 128.201 associados, dos quais 86.718 pagantes, que representam uma subida de 13% relativamente aos 76.851 de 2020/21.

Em 07 de setembro, o Sporting, sexto colocado da I Liga portuguesa de futebol, divulgou um resultado líquido positivo de 25 ME da SAD em 2021/22, que é o terceiro melhor de sempre e o mais alto resultado operacional sem transações de atletas numa só época.

Impala Instagram


RELACIONADOS