Mateus decisivo na vitória fácil do Boavista em Fátima para a Taça de Portugal

Mateus decisivo na vitória fácil do Boavista em Fátima para a Taça de Portugal

O Boavista seguiu hoje em frente na Taça de Portugal de futebol, ao vencer sem dificuldade o Fátima, na terceira eliminatória, por 4-1, com o regressado Mateus em destaque.

No Estádio Papa Francisco, o Boavista controlou quase sempre e garantiu a passagem com dois golos de Mateus, que ainda desperdiçou uma grande penalidade e assistiu Rochinha para o quarto. Fábio Espinho também marcou para os ‘axadrezados’, enquanto Zé Miguel fez o golo do Fátima no melhor período da equipa da casa.

O Boavista mudou meia equipa em relação ao jogo anterior, na I Liga, mas não facilitaram, pressionando o Fátima, oitavo da Série C do Campeonato de Portugal, com muito poder físico em todo o campo.

O primeiro golo surgiu naturalmente para a equipa de Jorge Simão aos 15 minutos: canto de Fábio Espinho, desvio da defesa e Mateus – que voltou à equipa após lesão – atirou de primeira e colocado de fora da área.

Aos 22 minutos, o Boavista desperdiçou uma grande penalidade, por derrube de Laranjeiro a Rochinha. Mateus rematou bem, mas Fábio Ferreira voou e desviou para canto.

Embalados, os ‘axadrezados’ elevaram para 2-0 dois minutos depois, novamente por Mateus, aproveitando um cruzamento da direita de Edu Machado.

O Fátima ainda reagiu, aproveitando um afrouxamento do Boavista. Aos 42 minutos, Magique lançou Zé Miguel, que correu até à área contrária e rematou cruzado para o 2-1.

O Boavista perdeu intensidade e o Fátima tentou, embora sem grande clarividência, o empate.

A equipa de Jorge Simão recuou mas voltou a marcar, aos 63 minutos, num livre executado com mestria por Fábio Espinho.

Com o terceiro golo sofrido, o Fátima entregou o jogo e acabou por sofrer o quarto, num ataque rápido em que Mateus serviu Rochinha para o 4-1, carimbando a qualificação.

Jogo no Estádio Papa Francisco, em Fátima.

Fátima – Boavista, 1-4.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores:

0-1, Mateus, 15 minutos.

0-2, Mateus, 24.

1-2, Zé Miguel, 42.

1-3, Fábio Espinho, 63.

1-4, Rochinha, 80.

Equipas:

– Fátima: Fábio Ferreira, Miguel Pereira, Jefferson Oliveira, Nuno Laranjeiro, Yago, Rui Rodrigues, Wassim, Zé Miguel (Calila, 81), Felipe Sousa (Ricardo Oliveira, 69), Magique (Miguel Neves, 69) e Jeka.

(Suplentes: João Sardinha, Hamza, Ricardo Oliveira, Miguel Neves, João Vítor, Lucas Abreu e Miguel Artur).

Treinador: Nuno Kata.

– Boavista: Bracali, Edu Machado, Neris, Gonçalo Cardoso, Talocha, Idris, Rochinha, Fábio Espinho (Rafael Costa, 76), David Simão, Mateus e Falcone (Rafael Lopes, 68).

(Suplentes: Helton Leite, Raphael Silva, André Claro, Tahar, Rafael Costa, Matheus Índio e Rafael Lopes).

Treinador: Jorge Simão.

Árbitro: Cláudio Pereira (Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Wassim (28), Edu Machado (53), Rui Rodrigues (58), Falcone (67), Yago (74), David Simão (76) e Jefferson Oliveira (90+6).

Assistência: cerca de 1.500 espetadores.

MLE // JP

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Mateus decisivo na vitória fácil do Boavista em Fátima para a Taça de Portugal

O Boavista seguiu hoje em frente na Taça de Portugal de futebol, ao vencer sem dificuldade o Fátima, na terceira eliminatória, por 4-1, com o regressado Mateus em destaque.