Marítimo vence Moura nas grandes penalidades e avança na Taça de Portugal

Marítimo vence Moura nas grandes penalidades e avança na Taça de Portugal

O Marítimo, da I Liga, assegurou hoje presença na quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao venceu o Moura, do Campeonato de Portugal, nas grandes penalidades, por 4-3, após 0-0 no tempo regulamentar e no prolongamento.

Numa primeira parte com pouca história, o conjunto madeirense controlou quase sempre o jogo e beneficiou das poucas oportunidades de golo, enquanto a equipa da casa defendeu bem e só assustou o adversário em duas ocasiões.

O segundo tempo foi diferente, por culpa do Moura, que subiu muito de produção e dispôs de boas hipóteses para marcar, como o remate de longe de Miguel Abreu que Charles defendeu, tendo a bola ainda embatido no poste esquerdo da baliza.

Apesar de ter apanhado vários sustos, o Marítimo também teve boas oportunidades para marcar, não fosse o desacerto do atacante Rodrigo Pinho.

Já no período de compensação os jogadores do Moura reclamaram um golo quando, na sequência de um canto, o defesa central Simão Júnior cabeceou a bola para as mãos de Charles, existindo dúvidas se ela entrou na baliza, mas o árbitro mandou seguir.

No prolongamento, o Marítimo dominou e rematou muito mas sem efeitos práticos, notando-se a quebra física dos jogadores da casa.

O guarda-redes Charles acabou por ser decisivo nas grandes penalidades, ao defender três castigos máximos, tendo cabido ao médio croata Vukovic a responsabilidade de desempatar o encontro.

Jogo realizado no Estádio do Moura Atlético Clube, em Moura.

Moura – Marítimo, 0-0, após prolongamento, 3-4 no desempate por grandes penalidades.

Marcadores no desempate por grandes penalidades:

0-0, Gilson Lima (Charles defendeu)

0-0, Danny (por cima da baliza)

1-0, Babacar

1-0, Rodrigo Pinho (à trave)

1-0, Miguel Abreu (Charles defendeu)

1-1, Everton

1-1, Rodrigo (Charles defendeu)

1-2, Rúben Ferreira

2-2, Bruno Gomes

2-2, Barrera (Gilson Lima defendeu)

3-2, Igor Baldé

3-3, Nikolaos

3-3, Vítor Lins (por cima da baliza)

3-4, Vukovic

Equipas:

– Moura: Gilson Lima, Igor Baldé, Simão Júnior, Rodrigo, Daniel Coutinho, Antoninho (Vítor Lins, 60), Miguel Abreu, Tó Miguel, Daniel Andrade (Leonardo, 75), Guilherme (Babacar, 106) e Rúben Nola (Bruno Gomes, 81).

(Suplentes: Natan, Babacar, Eduardo, Mamadi, Bruno Gomes, Leonardo e Vítor Lins).

Treinador: Rui Maside.

– Marítimo: Charles, Bebeto, Marcão, Lucas Áfrico, Rúben Ferreira, Jean Cléber (Vukovic, 72), Correa (Everton, 87), Danny, Ricardo Valente (Barrera, 58), Edgar Costa (Nikolaos, 116) e Rodrigo Pinho.

(Suplentes: Amir, Fábio China, Fabrício, Vukovic, Barrera, Everton e Nikolaos).

Treinador: Cláudio Braga.

Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Jean Cléber (67) e Marcão (120).

Assistência: Cerca de 5.000 espetadores.

SYM // JP

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Marítimo vence Moura nas grandes penalidades e avança na Taça de Portugal

O Marítimo, da I Liga, assegurou hoje presença na quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao venceu o Moura, do Campeonato de Portugal, nas grandes penalidades, por 4-3, após 0-0 no tempo regulamentar e no prolongamento.