Maria Martins de prata na prova de eliminação sub-23 nos Europeus de ciclismo

A ciclista portuguesa Maria Martins conquistou hoje a medalha de prata na disciplina de eliminação sub-23 dos Europeus para os escalões jovens, apenas perdendo para a italiana Chiara Consonni, nova campeã.

Maria Martins de prata na prova de eliminação sub-23  nos Europeus de ciclismo

Maria Martins de prata na prova de eliminação sub-23 nos Europeus de ciclismo

A ciclista portuguesa Maria Martins conquistou hoje a medalha de prata na disciplina de eliminação sub-23 dos Europeus para os escalões jovens, apenas perdendo para a italiana Chiara Consonni, nova campeã.

Em Apeldoorn, Países Baixos, a cidade que recebe o Campeonato da Europa de sub-23 e juniores, Maria Martins, de 22 anos, conseguiu a sua 10.ª medalha internacional e poderá ampliar o seu registo nos próximos dias, já que também está inscrita em ‘scratch’, corrida por pontos e omnium, a especialidade que a levou ao Jogos Olímpicos, onde foi sétima.

A portuguesa fez hoje uma corrida sempre bem colocada, nunca estando em risco de eliminação. Maria Martins teve uma prova de grande desgaste, na procura do melhor posicionamento e as adversárias foram ‘caindo’ umas atrás das outras, até ficarem em pista as duas mais fortes.

Por fim, a italiana Chiara Consonni revelou-se mais explosiva, pedalando para a medalha de ouro. Maria Martins foi a segunda classificada e a terceira foi a neerlandesa Marke van der Duin.

“Foi uma corrida muito competitiva, com bom nível, rápida e bem disputada. Preferi fazer uma corrida segura, para evitar situações de risco. Isso obrigou-me a gastar mais energia, mas foi uma opção consciente. Cheguei um pouco justa à disputa com a Chiara Consonni. Sabia que com ela, que é muito explosiva, teria poucas hipóteses. Tentei levá-la para a parte de cima da pista, mas ela não caiu no engodo. Para o resto do Europeu podem esperar de mim entrega e dedicação. Vou dar o meu melhor em todas as provas, embora o objetivo principal seja o omnium”, afirmou no final Maria Martins.

Também hoje em Apeldoorn, a júnior Beatriz Roxo estreou-se em campeonatos da Europa com o sétimo lugar na prova de ‘scratch’ para juniores femininas. Fazendo uma corrida conservadora, sempre no meio do grupo, entrou nas movimentações da última volta que viriam a decidir a corrida a favor da italiana Valentina Basilico, que teve no pódio a companhia da belga Marith Vanhove e da polaca Maja Tracka. Beatriz Roxo conseguiu o sétimo posto entre as 20 participantes.

Rodrigo Caixas foi o primeiro português a competir nestes Europeus. Disputou a qualificação de perseguição individual, concluindo o contrarrelógio de quatro quilómetros em 4.27,220 minutos.

Conseguiu melhorar a marca pessoal em cerca de oito segundos e gastou menos de 4.30 para completar a prova, o que era um objetivo definido. Este desempenho valeu-lhe o 12.º lugar entre 19 participantes, sendo que o vencedor foi o alemão Tobias Buck Gramcko, seguido pelo compatriota Nicolas Heinrich e pelo italiano Manlio Moro.

Diogo Narciso não teve a melhor estreia como sub-23 em campeonatos da Europa, sendo o primeiro a sair de pista na corrida de eliminação. O português teve um arranque lento, perdeu alguns metros para o pelotão logo de início e não foi capaz de manter-se em prova. Foi o 20.º classificado. O mais forte nesta corrida foi o neerlandês Maikel Zijlaard, diante do alemão Tim Torn Teutenberg e do britânico William Tidball.

Portugal volta a estar representado nas competições no programa de quarta-feira. Maria Martins é a primeira a subir à pista, disputando a prova feminina de scratch, pelas 18:00. 20 minutos depois, Beatriz Roxo corre a eliminação para juniores femininas. Diogo Narciso fecha o dia português em Apeldoorn, alinhando no ‘scratch’ para sub-23 masculinos, às 18:50.

FB // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS