Manuel Machado diz que não há outro caminho senão vencer o Benfica

O treinador Manuel Machado disse hoje que o Nacional “vai a jogo na procura dos três pontos” na receção ao Benfica, na terça-feira, em partida da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Manuel Machado diz que não há outro caminho senão vencer o Benfica

Manuel Machado diz que não há outro caminho senão vencer o Benfica

O treinador Manuel Machado disse hoje que o Nacional “vai a jogo na procura dos três pontos” na receção ao Benfica, na terça-feira, em partida da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Apesar de o clube madeirense carregar a ‘lanterna-vermelha’, as últimas exibições deixam alguma margem para poder sonhar em vencer o Benfica e manter vivo o sonho da manutenção.

“Temos de reconhecer que é um jogo de dificuldade acrescida, pela qualidade, quer no plano individual quer coletivo do Benfica, passando por um dos melhores momentos ao nível do seu desempenho na presente temporada. Está agora com um futebol muito mais igual ao que caracteriza uma equipa de um clube com a dimensão do Benfica”, afirmou o técnico dos insulares.

Contudo, essa constatação não retira ambição ao Nacional: “Centrando também nas nossas capacidades e na evolução que a equipa tem vindo a apresentar, bem como na forma como se bateu com FC Porto e Sporting, julgo que deveremos ter uma margem de confiança para ir a jogo à procura dos três pontos. Não há outro motivo que nos mova, que não seja esse.”

Analisando o Benfica, Manuel Machado refere que a equipa orientada por Jorge Jesus utiliza “uma flutuação de um modelo de 4X4X2 para um de 3X4X3”, apresentando “dinâmicas muito interessantes”.

Para alcançar a desejava vitória, diz ser “necessário acreditar nas competências e capacidades” do grupo de trabalho.

O Nacional continua a acalentar o sonho de manutenão e não se rende: “Não atiramos a ´’toalha ao chão’. Prova disso, é a forma como temos estado nos jogos anteriores, excetuando as partidas com o Portimonense e com o Santa Clara. Todos os jogos, por aquilo que fizemos, merecíamos ter somado mais pontos e poderíamos estar numa posição mais confortável.”

Ressalva que o “enfoque é acreditar até ao fim na possibilidade de o Nacional sair desta posição”, adiantando que “nove pontos chegam” e o Nacional vai “atrás deles”. Ressalva ainda que, “enquanto não for impossível”, o grupo “vai acreditar até ao fim nas suas capacidades e lutar pelos pontos em jogo”.

Manuel Machado reconheceu que o ciclo de 10 derrotas consecutivas afetou o rendimento da equipa.

“A sequência de derrotas trouxe um estado anímico negativo. Toda a estrutura trabalhou muito para reverter essa situação. Há uma pressão que advém da classificação, mas a equipa evoluiu nos aspetos organizativos e técnicos, apresentando em campo uma forma combativa, que só é possível porque há dentro de cada um uma crença que é possível reverter esta situação”, afirmou.

O Nacional, 18.º e último classificado, com 25 pontos, recebe, a partir das 18:00 de terça-feira, no Estádio da Madeira, no Funchal, o Benfica, terceiro, com 67 pontos, em partida da 32.ª jornada da I Liga de futebol, que será arbitrada por Rui Costa, da AF do Porto.

JOYF/SFYR // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS