Luís Neto diz que o Sporting tem de elevar nível de exigência

O defesa central Luís Neto disse hoje que o título de campeão português obriga os futebolistas do Sporting a elevar o nível na época 2021/22, admitindo que “não foi tudo perfeito” na temporada passada.

Luís Neto diz que o Sporting tem de elevar nível de exigência

Luís Neto diz que o Sporting tem de elevar nível de exigência

O defesa central Luís Neto disse hoje que o título de campeão português obriga os futebolistas do Sporting a elevar o nível na época 2021/22, admitindo que “não foi tudo perfeito” na temporada passada.

“Temos de ter a mentalidade de cada um aumentar o seu nível de treino, de descanso e de nutrição. Teremos de ser a dobrar e cada um terá de dar um pouco mais, não em campo, mas [no sentido] de nos colocarmos num patamar acima”, apontou o jogador ‘leonino’.

Luís Neto falava aos jornalistas antes do treino de hoje no estágio de pré-época que o Sporting está a realizar em Lagos, no Algarve, sob o comando do treinador Rúben Amorim.

Na opinião de Neto, embora o Sporting tenha conquistado o título de campeão nacional, o grupo tem a consciência “de que só isso não chega, nem tudo foi perfeito na época passada”.

“Agora é defender, não o título, mas aquilo que criámos no ano passado, que é o nosso espírito e aquilo que o grupo transmitia para fora e que levou as pessoas a identificarem-se connosco”, defendeu.

Luís Neto disse que a mensagem que o treinador Rúben Amorim tem passado para o grupo é a de que “o que foi feito no ano passado já passou e este ano é toda uma nova história”.

“Ninguém se pode amarrar ao que foi feito no ano passado, porque se nos agarrarmos só a isso, seguramente não teremos sucesso. É a mensagem de que partimos do zero e que jogo a jogo poderemos conseguir os nossos objetivos”, apontou.

Questionado sobre se a manutenção da estrutura do plantel é uma vantagem para o Sporting, Neto considerou que “é um trunfo dada a empatia criada no seio do grupo, quer nos momentos positivos, quer nos negativos”.

“Agora é dar continuidade ao conhecimento entre o grupo, porque todos têm o à-vontade de puxar pelo outro e de exigir cada vez mais. É isso que vamos fazer este ano, de exigir cada vez mais e todos têm de estar disponíveis para ouvir”, alertou.

Para o central dos ‘leões’, o trabalho da pré-temporada tem demonstrado que o grupo se mantém “com o mesmo espírito, com a mesma crença, ao mesmo tempo que está a criar as raízes para aquilo que vai ser a difícil temporada”.

Segundo Luís Neto, os jogadores “mais novos, estão este ano mais calejados, notando-se um crescimento ao nível da agressividade”, devido ao facto de terem dois títulos e mais jogos.

“Acho que o crescimento da nossa equipa passa muito por todos fazerem mais, por exemplo, o Bragança ter 20 jogos e este ano fazer 40, o Matheus Nunes ter três golos e na próxima época fazer oito, porque acho que eles são capazes e têm potencial para isso”, sublinhou.

Neto acrescentou que o Sporting “já se apresentou num bom nível nos jogos de preparação realizados com o Portimonense e com a Belenenses SAD, embora com alguns erros naturais e pontuais”.

“Depois das férias há alguns processos que ficam um pouco esquecidos, mas com a exigência do treino que o ‘mister’ [Rúben Amorim] nos coloca, começamos, a pouco e pouco, a acertar mais o detalhe, mas acredito que foram duas exibições positivas”, avançou.

O jogador crê que os próximos três jogos de preparação possam contribuir para que a equipa possa “tentar ir, pelo menos, até à perfeição, naquilo que é o sistema de jogo”, antes do confronto oficial com o Sporting de Braga, para a Supertaça.

JPC // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS