Liga das Nações: Fernando Santos quer resposta de “alto nível” ante a Croácia

O selecionador Fernando Santos mostrou-se hoje convicto numa resposta de “alto nível” de Portugal na sexta e última jornada da Liga das Nações A de futebol, frente à Croácia, para fazer esquecer o “acidente de percurso” da eliminação.

Liga das Nações: Fernando Santos quer resposta de

Liga das Nações: Fernando Santos quer resposta de “alto nível” ante a Croácia

O selecionador Fernando Santos mostrou-se hoje convicto numa resposta de “alto nível” de Portugal na sexta e última jornada da Liga das Nações A de futebol, frente à Croácia, para fazer esquecer o “acidente de percurso” da eliminação.

Portugal, campeão europeu e que ainda é o detentor do troféu na Liga das Nações, falhou a qualificação para a ‘final four’ da prova, ao perder no sábado por 1-0 na receção à França, que, por seu lado, assegurou o primeiro lugar do grupo e a presença nas meias-finais.

“Temos de transportar para o jogo a capacidade de resposta dos jogadores. Equipas de alto nível ficam sempre insatisfeitas, quase que foi uma catástrofe, mas não foi mais do que um acidente de percurso, que faz parte do futebol. Os jogadores estão com grande determinação de disputar o jogo e de vencer”, disse Fernando Santos, em conferência de imprensa, antes de orientar o único treino no Estádio Poljud, palco do encontro de terça-feira.

Para o selecionador, o desafio diante dos vice-campeões mundiais “não tem nada de cariz particular”, porque Portugal “tem sempre o objetivo de servir a seleção nacional”, e isso exige “uma resposta ao mais alto nível”.

Face às críticas recebidas por, aparentemente, ter lançado um ‘onze’ e apostado numa ideia de jogo mais defensiva contra a França, Fernando Santos discordou e disse que essa “não é uma análise” séria do jogo.

“Compreendo e respeito as críticas e sabem como funciono, não tenho é de concordar. Que Portugal jogou para empatar é uma análise que não é séria do jogo. Temos a filosofia de ganhar todos os jogos. Nunca disse que o 0-0 era um bom resultado, mas, se calhar, era o que devia ter feito e montava uma equipa mais forte fisicamente”, argumentou.

Por fim, Fernando Santos deixou o alerta para evitar surpresas e não terminar a participação na Liga das Nações com um resultado que não seja a vitória: “Se facilitarmos contra esta equipa croata teremos muitas dificuldades em vencer”.

Para a derradeira ronda, Portugal não vai contar com o lateral Raphaël Guerreiro, dispensado antes da viagem, devido a problemas físicos, nem com Renato Sanches, que já não tinha participado na derrota com a França.

Com um encontro por disputar no Grupo 3 da Liga das Nações A, a equipa das ‘quinas’ é segunda classificada, com 10 pontos, menos três do que os franceses. A Croácia e a Suécia, que visita a França, têm ambas três pontos e ainda lutam pela manutenção na Liga A da prova.

A partida entre Portugal e Croácia está marcada para terça-feira, às 19:45, no Estádio Poljud, em Split, e será dirigida pelo inglês Michael Oliver.

AJC (MO) // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS