LE: Ivo Vieira diz que segundo jogo com o Arsenal será “mais difícil”

O treinador do Vitória de Guimarães, Ivo Vieira, considerou hoje que a receção de quarta-feira ao Arsenal, para a Liga Europa de futebol, apresenta “maior dificuldade” do que a partida disputada entre as duas equipas em Inglaterra.

LE: Ivo Vieira diz que segundo jogo com o Arsenal será

LE: Ivo Vieira diz que segundo jogo com o Arsenal será “mais difícil”

O treinador do Vitória de Guimarães, Ivo Vieira, considerou hoje que a receção de quarta-feira ao Arsenal, para a Liga Europa de futebol, apresenta “maior dificuldade” do que a partida disputada entre as duas equipas em Inglaterra.

Depois de ter estado por duas vezes na frente do ‘marcador’, a formação vimaranense perdeu em Londres, por 3-2, em 24 de outubro, continuando sem qualquer ponto somado no grupo F, após três jogos, mas o treinador do Vitória frisou que o objetivo para novo duelo com os ‘gunners’ é vencer, apesar de esperar um adversário “mais precavido” para a capacidade ofensiva vitoriana.

“O nosso objetivo é ganhar, mas a minha expectativa é que este jogo seja mais difícil, pelo elã que se criou [no clube] e pela expectativa de podermos ter ganhado e isso não ter acontecido. Isso tem de nos dar muito equilíbrio, para não irmos com ‘muita sede ao pote’ e permitir que o Arsenal, em transição, possa tornar o jogo complicado para nós”, disse o técnico, na antevisão ao jogo, marcado para as 15:50, no Estádio D. Afonso Henriques.

Apesar do horário do encontro, o ‘timoneiro’ dos minhotos pediu o apoio dos adeptos vitorianos, mas alertou também para o entusiasmo que o jogo em casa pode causar nos mesmos, tendo pedido uma equipa a “atacar” e a “dar qualidade ao jogo”, mas também a “definir bem cada momento do jogo” para se resguardar do poderio ofensivo londrino.

Ivo Vieira considerou ainda que a pontuação, perante o futebol exibido e as oportunidades criadas nos três jogos do grupo — perdeu também com Standard de Liège (2-0) e Eintracht Frankfurt (1-0) -, é “injusta”, mas lembrou que a equipa atravessa uma “fase de crescimento”, com jogadores inexperientes na Liga Europa, na sua maioria.

O conjunto de Guimarães já sofreu golos de bola parada em nove dos 21 jogos oficiais – em Londres, a reviravolta do Arsenal ganhou forma com dois livres diretos de Nicolas Pépé -, com Ivo Vieira a admitir o problema, mas também a falta de tempo para o resolver, tendo em conta a “carga de jogos” que se abate sobre a equipa desde o início da época.

Ao lado do técnico, de 43 anos, na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques, o avançado Bruno Duarte, autor de um dos golos em Londres, lembrou a “sensação amarga” vivida após esse jogo, observando que “não basta jogar bem” para derrotar um adversário “grande”.

“Temos de ter o cuidado possível. Não podemos sofrer golos e temos de estar preparados para os fazer. O trabalho está a ser muito bem feito para procurar a vitória”, afirmou o dianteiro brasileiro, de 23 anos.

O Vitória de Guimarães, quarto classificado do grupo F, sem pontos, recebe os ingleses do Arsenal, líderes, com nove, em jogo da quarta jornada, agendado para as 15:50 de quarta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem do turco Halis Ozkahya.

TYME // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS