Tudor lamenta ausência de adeptos mas quer contrariar “experiência” do Sporting

O treinador do Marselha lamentou hoje ter de disputar o jogo de terça-feira com o Sporting sem a presença de adeptos no Estádio Vélodrome, que poderiam contrariar a “experiência” da equipa lisboeta na Liga dos Campeões de futebol.

Tudor lamenta ausência de adeptos mas quer contrariar

Tudor lamenta ausência de adeptos mas quer contrariar “experiência” do Sporting

O treinador do Marselha lamentou hoje ter de disputar o jogo de terça-feira com o Sporting sem a presença de adeptos no Estádio Vélodrome, que poderiam contrariar a “experiência” da equipa lisboeta na Liga dos Campeões de futebol.

Igor Tudor, antigo internacional croata, reconheceu que o apoio dos adeptos “vai fazer falta” ao clube francês, que foi punido com a realização de um jogo à porta fechada, a cumprir frente ao Sporting, devido ao comportamento dos espetadores na receção ao Eintracht Frankfurt (vitória dos alemães por 1-0). “É pena não podermos contar com os nossos adeptos, pois vão fazer-nos falta, mas isso não alterou muito a nossa preparação. Temos de estar concentrados e fazer um bom jogo”, observou o técnico, de 44 anos, em conferência de imprensa.

Para Tudor, os seguidores do Marselha seriam importantes para ajudarem a equipa a melhorar a situação delicada em que se encontra no Grupo D da ‘Champions’, no último lugar, após ter sofrido duas derrotas, pois também perdeu no estádio do Tottenham, por 2-0. “Amanhã [terça-feira] não podemos cometer erros. Nos dois jogos anteriores até estivemos ao nível dos adversários, que são equipas de grandes campeonatos, como o alemão e o inglês. Acho que merecíamos mais”, sustentou.

O treinador do Marselha gostaria de transpor para a prova europeia o desempenho na Liga francesa, na qual segue em segundo lugar e ainda não perdeu, em contraponto com o Sporting, que lidera o Grupo D, com dois triunfos, mas segue em sétimo lugar no campeonato português. “[O Sporting] é uma equipa importante, com jogadores muito bons em todas as posições. Tem uma boa experiência na ‘Champions’ acumulada na época passada [na qual atingiu os oitavos de final], que lhe dará, certamente, uma grande ajuda”, assinalou.

Tudor espera poder aproveitar também a experiência de alguns jogadores adquiridos esta temporada, como o avançado Alexis Sánchez e os defesas Eric Bailly e Chancel Mbemba, qualificando mesmo o ex-jogador do FC Porto de “superimportante para a equipa”, apesar de revelar que não será titular.

Mbemba admitiu que “o trabalho efetuado não resultou nos primeiros dois jogos”, mas advertiu que a equipa francesa não vai “baixar os braços”, pois tem uma “mentalidade vencedora”, prometendo “transportar a boa dinâmica do campeonato para a Liga dos Campeões”. O defesa, de 28 anos, preferiu não revelar o teor das conversas com Tudor sobre o próximo adversário, afirmando apenas que ambos conhecem “muito bem o Sporting”, que qualificou de “uma grande equipa”, apesar de ter sofrido alguns percalços na prova interna.

“Há muitas diferenças. Não está nos três primeiros lugares, como habitualmente, está mais abaixo. Mas, mesmo não estando no topo do campeonato português, já conquistou seis pontos na Liga dos Campeões. Será um jogo difícil para ambos”, defendeu. O Marselha recebe o Sporting na terça-feira, no Estádio Vélodrome, em jogo da terceira jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, com início às 17:45 (hora de Lisboa), que será dirigido pelo árbitro italiano Davide Massa.

Impala Instagram


RELACIONADOS