Treinador do FC Porto lembra peso da eficácia na Europa

A eficácia atacante é preponderante para se estabelecerem diferenças na Liga dos Campeões de futebol, apontou hoje o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, na véspera da receção ao Bayer Leverkusen, para a terceira ronda.

Treinador do FC Porto lembra peso da eficácia na Europa

Treinador do FC Porto lembra peso da eficácia na Europa

A eficácia atacante é preponderante para se estabelecerem diferenças na Liga dos Campeões de futebol, apontou hoje o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, na véspera da receção ao Bayer Leverkusen, para a terceira ronda.

“Em Madrid [derrota por 1-2] tivemos várias ocasiões. Já com o Club Brugge [goleada por 0-4] foi um jogo atípico, em que houve uma ou outra situação para marcar antes e depois do golo inicial. A eficácia é importante nestes jogos. Quando defrontamos grandes equipas temos de marcar em meia oportunidade. Estamos conscientes disso e percebemos aquilo que temos de evoluir”, frisou o técnico do FC Porto, em conferência de imprensa.

Para ler depois
Maratona de Lisboa: o que comer antes, durante e depois da prova
Em 9 de outubro, domingo, corre-se mais uma Maratona de Lisboa. Saiba o que comer antes, durante e depois da prova para ter melhor desempenho (… continue a ler aqui)

O FC Porto, quarto e último classificado, ainda sem pontos, recebe o Bayer Leverkusen, segundo, com três, na terça-feira, às 20:00, no Estádio do Dragão, no Porto, em jogo da terceira jornada do Grupo B da ‘Champions’, com arbitragem do inglês Anthony Taylor.

À mesma hora, o tricampeão belga Club Brugge, que lidera de forma surpreendente a ‘poule’, com seis pontos, recebe os espanhóis do Atlético de Madrid, terceiro, com três.

“Entraremos para fazer o nosso trabalho, de acordo com as nossas características. Não fomos iguais a nós próprios ante o Club Brugge. Houve muita coisa que não fizemos e a melhor competição de clubes do mundo define-se em pormenores. Vimos isso na forma como perdemos em Madrid. Depois, há outras coisas que nos ultrapassam”, observou.

Se os ‘dragões’ marcaram um golo nas duas primeiras jornadas da Liga dos Campeões, graças ao penálti convertido por Matheus Uribe no período de compensação do embate em Madrid, levam um recorde de 20 em oito rondas da I Liga na ‘era’ Sérgio Conceição.

“Não trabalhamos a pensar naquilo que temos a justificar a alguém, mas sim naquilo que temos de justificar a nós próprios. Trabalhamos diariamente para ter confiança e disputar os jogos. Depois, podemos vencer, empatar ou perder. Obviamente, trabalhamos para ganhar e um empate é sempre mau e negativo para nós”, enquadrou Sérgio Conceição.

Em contraste com as duas derrotas na ‘Champions’, como em 1997/98 e 2005/06, o FC Porto surge moralizado pela goleada caseira sobre o Sporting de Braga (4-1), na sexta-feira, que permitiu a subida à vice-liderança do campeonato, por troca com os minhotos.

“Não foi para justificar nada a ninguém, mas para perceber que temos muita qualidade e que esta só se vê em termos de resultados quando somos fiéis àquilo que somos como equipa. Senão, qualquer clube da I Liga pode equilibrar e surpreender-nos. Falamos de características que são inegociáveis, mas não é no grito nem no correr. Este jogo com o Sporting Braga até foi dos que corremos menos, mas corremos bem e juntos”, explicou.

Os ‘azuis e brancos’ treinam no palco do desafio a partir das 17:00, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social, numa altura em que o colombiano Matheus Uribe continua integrado no boletim clínico, após ter sido operado no sábado ao punho direito.

Desse lote já tinha saído Otávio, suplente utilizado frente aos ‘arsenalistas’, com Sérgio Conceição a admitir ter visto o internacional luso “com alguma dificuldade a nível físico”.

De regresso às opções para a Liga dos Campeões está o iraniano Mehdi Taremi, que foi expulso em Madrid e cumpriu suspensão frente ao Club Brugge, numa altura em que tem assumido uma posição de luto nas redes sociais, devido à morte da jovem compatriota Mahsa Amini, detida pela polícia dos costumes do país por “trajar roupas inadequadas”.

“O Mehdi Taremi é um rapaz extremamente inteligente. Percebe aquilo que se fala e que se está a passar à volta dele, mas, no fundo, o mais importante para ele é o futebol. Num momento que não é fácil, fez um jogo fantástico contra o Sporting de Braga. Mesmo sem marcar, foi importantíssimo e inteligente em todos os momentos que o jogo pede”, notou.

Elemento mais influente do FC Porto em 2022/23, com sete tentos e quatro assistências, Mehdi Taremi participou em três golos na sexta-feira e esteve na origem na expulsão do ‘guardião’ Matheus, revelando, depois, que “não podia festejar por respeito ao seu povo”.

“Ele sabe que a equipa técnica, os jogadores e as pessoas que estão no Olival são uma família e estão atentas ao que se passa à nossa volta. Sendo um homem maduro e que sabe o que quer da vida, estamos sempre prontos para ajudá-lo. O Mehdi Taremi passa muito bem por cima dessas dificuldades. Tem uma personalidade muito interessante, é profissional e foca-se na sua opinião sobre a vida e o futebol”, juntou Sérgio Conceição.

Impala Instagram


RELACIONADOS