LC: Sérgio Conceição quer FC Porto “inteligente emocionalmente” ante o AC Milan

Sérgio Conceição pretende um FC Porto “inteligente emocionalmente” e a “não pensar em resultados”, na partida de quarta-feira, frente aos italianos do AC Milan, da quarta jornada do grupo B da Liga dos Campeões de futebol.

LC: Sérgio Conceição quer FC Porto

LC: Sérgio Conceição quer FC Porto “inteligente emocionalmente” ante o AC Milan

Sérgio Conceição pretende um FC Porto “inteligente emocionalmente” e a “não pensar em resultados”, na partida de quarta-feira, frente aos italianos do AC Milan, da quarta jornada do grupo B da Liga dos Campeões de futebol.

Os ‘dragões’, que somam quatro pontos, partem para este desafio com um pouco mais de conforto na tabela do que os milaneses, que ainda não pontuaram e têm neste jogo, em Itália, a derradeira oportunidade nas suas ambições de qualificação à próxima fase da competição.

“Temos de ser inteligentes a nível emocional, porque os 15 a 20 minutos iniciais nestes ambientes são sempre difíceis. Temos de saber jogar com isso, entrar da mesma forma ou mais fortes do que o adversário, com agressividade, e pausando o jogo quando for necessário. Não acho que temos de abordar o jogo de forma diferente, pensando neste ou noutro resultado, porque isso acabará por ser negativo”, analisou Sérgio Conceição.

Apesar da vitória (1-0), com exibição categórica, frente a este mesmo AC Milan, na ronda anterior da competição, no Porto, o treinador dos ‘azuis e brancos’ não poupa nos elogios ao adversário, lembrando o historial e a presente carreira da equipa no campeonato italiano.

“Têm sete títulos de campeão europeu e quatro mundiais e ainda não perderam na Série A, um dos melhores campeonatos do mundo. [Na ‘Champions’] estiveram a ganhar ao Liverpool e fizeram dois golos em Inglaterra, contra uma equipa que acho que é das melhores equipas do mundo e contra o Atlético Madrid também foi muito equilibrado, e, se calhar, não mereciam perder. Têm muitos pontos fortes”, analisou Sérgio Conceição.

Por isso, o treinador portista perspetiva um desafio “muito difícil”, reforçando que “não é fácil jogar naquele ambiente [estádio de San Siro]”, mas garantindo um FC Porto com o “intuito de conseguir contrariar tudo e ganhar o jogo”.

“Expectativas são sempre as mesmas, independentemente da competição ou do adversário. Os jogos são todos diferentes, é o mesmo adversário de há uns dias, mas este com certeza vai ter a sua história consoante o que fizermos em campo. Independentemente dos jogadores que entrarem no onze do Milan, será sempre fortíssimo, e compete-nos contrariar a qualidade individual e coletiva que têm”, vincou Conceição.

Questionado se o regresso de alguns jogadores importantes às opções dos milaneses e, por outro lado, a possível ausência de elementos como Uribe, no meio-campo do FC Porto, poderá precipitar uma mudança de estratégia na sua equipa, o treinador preferiu não se alongar.

“Não mudamos em função daquilo que é a ausência ou disponibilidade de um jogador. Claro que quanto mais longe estivermos da nossa baliza melhor será, foi isso que se passou no jogo no Dragão. O plano de jogo tem a ver com os pontos fortes do adversário e com aquilo que nós somos. Mas não sou muito de mudar os princípios da equipa em função de um adversário, embora já o tenha feito, frente ao Manchester City”, frisou o técnico.

Sérgio Conceição reconheceu que Wendel, Marcano e Uribe, que não participaram no derradeiro treino da equipa em solo nacional, “dificilmente estarão disponíveis”, retirando mesmo Wendel dos planos para este jogo, embora confessando que os jogadores vão juntar-se à comitiva na viagem para Itália.

Nesse grupo segue Sérgio Oliveira, que também participou na antevisão ao desafio com o AC Milan, manifestando-se “surpreendido” com o facto de o adversário ainda não ter somado pontos nesta fase de grupos.

“Surpreende-me, porque o AC Milan é uma grande equipa. Estamos num grupo muito competitivo e sabemos que eles, não tendo conseguido vencer nos três primeiros jogos, vão querer entrar com tudo para fazer os primeiros três pontos. Vamos tentar contrariar isso”, partilhou Sérgio Oliveira.

O médio dos ‘dragões’ espera “um jogo diferente” daquele que opôs as duas equipas, há algumas semanas, no estádio do Dragão, mas garantiu a mesma ambição da equipa em garantir o triunfo.

“Foi um jogo bem conseguido da nossa parte. Foi 1-0, mas podia ter sido mais. Mas aquilo que importou foram os três pontos. Vai ser um jogo diferente, mas vamos a Milão para tentar assegurar a vitória, pois numa fase com seis jogos, todos são decisivos”, vincou Sérgio Oliveira.

O FC Porto, que segue no terceiro lugar do grupo B, com os mesmos quatro pontos do segundo colocado, o Atlético de Madrid, e menos cinco do que o líder Liverpool, defronta na quarta-feira o AC Milan, que segue no último posto, sem pontuar.

O início da partida está agendado para as 17:45 e terá arbitragem do francês Clément Turpin.

JPYG // RPC

Lusa/fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS