Laterais Seck e Zié Ouattara apresentam-se com elogios à estrutura do Portimonense

Os laterais Seck e Zié Ouattara, dois dos reforços do Portimonense apresentados oficialmente hoje, definiram-se ambos como jogadores que gostam de atacar e elogiaram a estrutura que encontraram na equipa da I Liga de futebol.

Laterais Seck e Zié Ouattara apresentam-se com elogios à estrutura do Portimonense

Laterais Seck e Zié Ouattara apresentam-se com elogios à estrutura do Portimonense

Os laterais Seck e Zié Ouattara, dois dos reforços do Portimonense apresentados oficialmente hoje, definiram-se ambos como jogadores que gostam de atacar e elogiaram a estrutura que encontraram na equipa da I Liga de futebol.

“Gosto muito de atacar, mas antes de atacar sou um defensor. Estou a trabalhar para fazer as duas coisas bem, mas o mais importante é defender primeiro. Sinto-me à vontade com três centrais ou dois. Com grandes jogadores, é mais fácil jogar”, disse, em conferência de imprensa, Moustapha Seck, lateral-esquerdo senegalês ex-Leixões.

O jogador, de 26 anos, declarou que a mudança para o Algarve “é um bom passo”, que lhe permite “jogar ao mais alto nível”, tendo elogiado a estrutura que encontrou em Portimão, onde vai jogar até 2025.

“Quando terminei contrato, o meu empresário falou-me desta possibilidade. Tinha amigos aqui, nomeadamente o Sapara, que jogou comigo até janeiro. Foi o primeiro com quem falei e ele disse-me que era tudo excelente, que a nível de estrutura já tinha tudo, era só chegar e dar tudo”, comentou.

O jogador afirmou que a concorrência só beneficia a equipa e que “é normal que cada um queira jogar, mas depois é opinião do ‘mister'”, referiu Seck, salientando que está mais maduro depois de ter passado por Espanha, Itália e Países Baixos.

“O percurso no estrangeiro amadureceu-me, em termos pessoais. Quando trocas de país, conheces outras pessoas, ouves outras opiniões, vês outro futebol. Tudo isso foi bom para a minha formação pessoal”, apontou.

Zié Ouattara, lateral direito de 22 anos ex-Vitória de Guimarães, também assinou um contrato por três épocas e prometeu “dar tudo” para ganhar a confiança do treinador Paulo Sérgio.

“No futebol, cada jogador quer ser valorizado e quer ser titular na sua posição. O ‘mister’ é que vai decidir, mas vou dar tudo para ter a sua confiança. Depende sempre do que me pedem para cada jogo, sinto-me melhor a atacar, mas sou defensor primeiro e a principal missão é defender”, afirmou o defesa da Costa do Marfim.

O lateral, que chegou para a equipa de juniores do Vitória em 2017, quer ajudar o Portimonense a cumprir os seus objetivos.

“Já são muitos anos de futebol português. Cheguei aqui com 18 anos, habituei-me ao futebol e estilo de jogo e em cada ano fui melhorando. O objetivo principal é ajudar o Portimonense e fazer muitos jogos numa equipa de primeira divisão”, frisou, acrescentando que a estrutura do emblema algarvio “tem tudo e permite que um jogador jovem possa contribuir”.

O Portimonense tem estreia marcada na I Liga para dia 07 de agosto, com a receção ao Boavista.

 

EYP // AJO

Lusa/fim.

 

 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS