Jorge Jesus emocionado com condecoração: «Isto vai além do futebol»

Técnico português foi condecorado por Marcelo Rebelo de Sousa após a conquista da Libertadores e do brasileirão.

Jorge Jesus emocionado com condecoração: «Isto vai além do futebol»

Técnico português foi condecorado por Marcelo Rebelo de Sousa após a conquista da Libertadores e do brasileirão.

Foi com um sorriso na cara que Jorge Jesus recebeu a condecoração da Ordem D. Infante Henrique esta segunda-feira, 30 de dezembro. No Palácio de Belém, rodeado da família, equipa técnica e alguns convidados especiais, entre os quais estava o presidente do Sporting, do Benfica e do Braga, o técnico português não escondeu a emoção.

LEIA DEPOIS
GNR detém 45 de pessoas por condução sob efeito do álcool

«É com orgulho que recebo esta condecoração. Sei o significado dela porque, todos os dias, tinha de atravessar a avenida Infante Dom Henrique. Para além disso, Portugal e Brasil são países irmãos. Ao longo destes sete meses, são dois países ligados pela história e culturalmente. Claro que não fomos nós que descobrimos o Brasil mas fomos nós que a 23 e 24 de novembro conquistámos dois títulos no Brasil. Vamos ficar também na História do Brasil. Vamos ficar sempre ligados à nação do Flamengo», disse Jorge Jesus.

 «Daqui a 50 anos eu já não vou estar cá mas no Brasil eles vão dizer que os portugueses foram os primeiros a conquistar a Libertadores e um campeonato no Brasil. Esta distinção foi no futebol mas, para mim, isto vai além do futebol», acrescentou.

Mundo do futebol em peso na cerimónia

Luís Filipe Vieira, Frederico Varandas, António Salvador e Pimenta Machado, marcaram presença na cerimónia de condecoração de Jorge Jesus. Questionado sobre o motivo de ter os presidentes do Benfica, Sporting, Braga e o ex-presidente do V.Guimarães, o técnico do Flamengo explica: «Neste percurso há que reconhecer quem nos ajudou e quis associar esta minha condecoração a eles, porque sem eles, hoje talvez não estaria aqui.»

Jorge Jesus refere que a sua ideia passou por «unir o futebol português». «Gostava de ter aqui mais presidentes. Também convidei o do FC Porto – Pinto da Costa -, não conseguiu comparecer porque, além de ter feito anos ontem, está doente. O futuro do futebol português passa por ter um caminho diferente», afirmou, salientando que o exemplo começa nos treinadores.

Regresso a Portugal? «Está mais dificil»

O técnico português tem contrato com o Flamengo até junho de 2020 e para já o único plano que tem é «cumprir os seis meses» que restam. Questionado sobre um regresso a Portugal, Jorge Jesus deixa todas as opções em aberto. «O meu país é uma opção profissionalmente. Quando saí pensava que regressava mais rápido, hoje não digo que não regresso, mas não sei quando. Está mais difícil», remata.

Marcelo Rebelo de Sousa elogia feito de Jorge Jesus

Marcelo Rebelo de Sousa salientou o facto de Jorge Jesus ter conquistado a Taça Libertadores e o campeonato ao serviço do Flamengo no país com mais falantes de língua portuguesa. «Pela primeira vez, não sendo um clube português, fala português, num estado irmão da comunidade de países de língua portuguesa e onde existe uma das maiores comunidades de portugueses no mundo. E este é um facto novo», salientou o presidente da República.
Texto: Sílvia Abreu| Fotos: Paula Alveno

LEIA MAIS
Meteorologia: O tempo para terça-feira, 31 de dezembro

Impala Instagram


RELACIONADOS