Jorge Jesus assume que defesa do Benfica não está “aprumada” com as suas ideias

A defesa do Benfica ainda não está “aprumada” com as ideias do treinador, o que se explica com um “ano atípico” na linha recuada da equipa de futebol dos ‘encarnados’, assumiu hoje Jorge Jesus.

Jorge Jesus assume que defesa do Benfica não está

Jorge Jesus assume que defesa do Benfica não está “aprumada” com as suas ideias

A defesa do Benfica ainda não está “aprumada” com as ideias do treinador, o que se explica com um “ano atípico” na linha recuada da equipa de futebol dos ‘encarnados’, assumiu hoje Jorge Jesus.

Numa análise ao setor recuado da sua equipa, que sofreu seis golos nos últimos dois encontros, com Boavista e Rangers, o técnico das ‘águias’ negou que os números provem que a equipa é “má a defender”, mas admitiu, em conferência de imprensa, no Seixal, que “não é aquilo que pensava que poderia ser”.

“As minhas equipas sofrem sempre poucos golos, mas este ano tem sido atípico, porque aquela linha de quatro, praticamente, esteve sempre a mudar. Lesionou-se o André [Almeida], saiu o Ruben [Dias], entrou um jogador hoje e depois outro central amanhã, porque o Gri[maldo] vem de uma lesão. E como também não tens tempo para treinar, só para recuperar, ela não está aprumada ainda com as minhas ideias”, reconheceu.

Por isso, Jesus reforçou que o trabalho defensivo da equipa tem sido feito, essencialmente, no plano teórico, mas rejeitou que o lado esquerdo seja o mais frágil, antes atribuindo a responsabilidade dos golos encaixados ao coletivo.

“Não é um Benfica mais frágil a defender pela esquerda do que pela direita. Foram situações de pormenor, não tem a ver com o setor, mas com a movimentação coletiva da equipa. É isso que tentámos passar, não o trabalhando na prática, mas teoricamente, falando com eles”, frisou o treinador.

Por outro lado, na véspera do sétimo jogo de uma série de partidas ao fim de semana e à quinta-feira, o técnico desvalorizou o cansaço acumulado, lembrando que “esse é um problema que só as boas equipas têm” e não teve dúvidas, mais uma vez, em incluir o adversário de domingo nesse lote.

Para avisar que “vai ser um jogo difícil”, Jesus lembrou que o Sporting de Braga é “uma excelente equipa”, considerou que este é “um dos anos em que está mais perto dos três grandes” e desvalorizou a derrota (4-0) dos ‘arsenalistas’ na quinta-feira, frente ao Leicester, numa partida da Liga Europa em que fizeram descansar “quatro ou cinco jogadores para estarem ao melhor nível do Benfica”.

“O jogo que o [Sporting de] Braga teve não vai ter consequências negativas. Aliás, os seus jogadores disseram logo que o mais importante era o Benfica e não esse jogo. Vamos jogar com um adversário forte, que está junto a nós na classificação, é uma das boas equipas, que disputa qualquer jogo, não só em Portugal como na Europa. O jogo vai ser de alta intensidade e de risco para as duas equipas”, preconizou Jorge Jesus.

O Benfica recebe o Sporting de Braga no domingo, às 20:00, num encontro disputado à porta fechada, no Estádio da Luz, que encerra a sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Uma vitória dos ‘encarnados’ aumenta para seis pontos a vantagem sobre o Sporting de Braga, mas um eventual desaire permitirá à equipa de Carlos Carvalhal igualar o Benfica no segundo lugar da tabela classificativa.

 

SYL // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS