Jogadores cortam salários para ajudar o Barcelona

Piqué baixa salário e permite a Barcelona inscrever reforços. Mas não será o único. Busquets, Roberto e Alba também lhe vão seguir o exemplo. Defesa-central deixou críticas à antiga direção e acredita que o atual presidente vai resolver os problemas financeiros do clube catalão.

Jogadores cortam salários para ajudar o Barcelona

Piqué baixa salário e permite a Barcelona inscrever reforços. Mas não será o único. Busquets, Roberto e Alba também lhe vão seguir o exemplo. Defesa-central deixou críticas à antiga direção e acredita que o atual presidente vai resolver os problemas financeiros do clube catalão.

Gerard Piqué baixou consideravelmente o seu salário para ajudar o Barcelona, que assim conseguiu inscrever três jogadores na liga espanhola. O Defesa-central foi o primeiro a tomar tal iniciativa, mas não será o único. A revelação foi feita pelo próprio, numa “livestream” na Twitch, onde revela que os restantes capitães – Sergio Busquets, Jordi Alba e Sergi Roberto – estão em vias de reduzir o seu vencimento.

“Desde o primeiro dia que estivemos abertos à redução salarial. Pelo “timing”, decidiram que seria eu a ser anunciado primeiro, para ser possível registar os reforços, mas os outros também vão fazer o mesmo esforço”, disse.

Os problemas financeiros do Barcelona e a pesada carga salarial, que excede o permitido pela liga espanhola, levou à saída de Messi e a que o clube não pudesse inscrever reforços. O corte salarial de Piqué permitiu a inscrição de Memphis Depay e Eric García.

Piqué aponta o dedo ao antigo presidente, Bartomeu, e acredita que a direção liderada por Jan Laporta vai resolver os problemas do clube. “Muitos jogadores sentem-se traídos pelo Bartomeu. O Laporta é mais próximo aos jogadores e acho que está a colocar o clube em ordem. Dias depois de ter sido eleito presidente, fomos informados que o clube simplesmente não conseguia continuar a pagar estes salários. É o que é, e o clube merece o nosso esforço”.

Liga espanhola proíbe despesas com massa salarial acima de 70 por cento da receita

Os problemas financeiros do FC Barcelona já impediram o clube de renovar com o argentino Lionel Messi, cujo acordo para prolongar o contrato não permitiria que os catalães cumprissem o fair play financeiro da liga espanhola.

Na tentativa de reduzir a massa salarial, o clube já transferiu Jean-Clair Todibo (Nice), Junior Firpo (Leeds), Carles Aleñá (Getafe) e Konrad de la Fuente (Marselha), além de ter emprestado o português Francisco Trincão ao Wolverhampton.

Ainda sem solução estão os casos do defesa Samuel Untiti e dos médios Miralem Pjanic e Philippe Coutinho.

Impala Instagram


RELACIONADOS