Jogador do Canelas que agrediu árbitro constituído arguido com termo de identidade

Jogador do Canelas que agrediu árbitro constituído arguido com termo de identidade

O futebolista do Canelas Marco Gonçalves foi constituído arguido pelo Ministério Público (MP), com termo de identidade e residência, na sequência da agressão ao árbitro do jogo Rio Tinto-Canelas, no domingo.

Gondomar, Porto, 03 abr (Lusa) – O futebolista do Canelas Marco Gonçalves foi constituído arguido pelo Ministério Público (MP), com termo de identidade e residência, na sequência da agressão ao árbitro do jogo Rio Tinto-Canelas, no domingo.


O jogador, que entretanto já foi expulso do clube, foi ouvido hoje durante toda a manhã no Tribunal de Gondomar e vai aguardar em liberdade pelo desenvolvimento do processo-crime.


O advogado de Marco Gonçalves, Nélson Sousa, não esclareceu contudo o tipo de declarações prestadas pelo seu cliente.


O ex-jogador do clube gaiense foi expulso logo nos primeiros minutos do encontro entre Rio Tinto e Canelas, da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto, agredindo o árbitro, José Rodrigues, depois de receber ordem de expulsão, após agressão a um jogador da equipa adversária.


José Rodrigues teve que ser assistido pelo INEM e, posteriormente, conduzido ao hospital.


A partida foi dada como concluída após os incidentes.



JYA // NF

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Jogador do Canelas que agrediu árbitro constituído arguido com termo de identidade

O futebolista do Canelas Marco Gonçalves foi constituído arguido pelo Ministério Público (MP), com termo de identidade e residência, na sequência da agressão ao árbitro do jogo Rio Tinto-Canelas, no domingo.