João Sousa sobe ao 26.º lugar do ‘ranking’ de ténis em pares

O tenista João Sousa alcançou hoje a melhor classificação de sempre de um português no ‘ranking’ mundial de pares, ao ocupar a 26.ª posição, após subir três lugares, tantos quantos ‘galgou’ em singulares.

João Sousa sobe ao 26.º lugar do 'ranking' de ténis em pares

João Sousa sobe ao 26.º lugar do ‘ranking’ de ténis em pares

O tenista João Sousa alcançou hoje a melhor classificação de sempre de um português no ‘ranking’ mundial de pares, ao ocupar a 26.ª posição, após subir três lugares, tantos quantos ‘galgou’ em singulares.

O vimaranense melhorou o seu registo, com a chegada às meias-finais de pares do Masters 1.000 de Madrid, praticamente um ano depois de se ter tornado no português mais bem classificado de sempre nesta variante — o anterior melhor registo era o 58.º posto de Nuno Marques, em abril de 1997.

Em singulares, João Sousa foi eliminado na primeira ronda na capital espanhola, mas, mesmo assim subiu três posições para o 72.º na hierarquia individual, uma semana depois de ter ‘caído’ para o 75.º posto – a pior classificação desde março de 2018.

Em sentido inverso, Pedro Sousa, que falhou por lesão a defesa do título conquistado em 2018 em Braga, ‘deslizou’ 15 lugares e segue agora na 120.ª posição.

Regressado ao ‘top-200’, na semana passada, João Domingues voltou a protagonizar uma subida na hierarquia, ao ‘escalar’ 22 lugares para a posição número 163, após conquistar o segundo título da carreira, em Braga.

No topo da hierarquia, o sérvio Novak Djokovic reforçou a liderança com o triunfo em Madrid, mantendo-se o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer, na segunda e terceira posições, respetivamente.

Apenas as três primeiras posições permaneceram inalteradas entre os 10 primeiros, com a subida do austríaco Dominic Thiem ao quarto posto, por troca com o alemão Alexander Zverev, enquanto o japonês Kei Nishikori ocupa o sexto lugar

O grego Stefanos Tsitsipas, recente vencedor do Estoril Open e finalista em Madrid, alcançou a melhor posição de sempre, ao subir ao sétimo lugar, ultrapassando o sul-africano Kevin Anderson e o argentino Juan Martín Del Potro, enquanto o croata Marin Cilic regressou ao ‘top-10’, com ‘queda’ do norte-americano John Isner.

No ‘ranking’ feminino, a japonesa Naomi Osaka continua na liderança, agora seguida da romena Simona Halep, da alemã Angelique Kerber e da holandesa Kiki Bertens, enquanto a checa Petra Kvitova ‘caiu’ do segundo para o quinto lugar.

JP // JP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS