João Domingues vence Facundo Bagnis e conquista torneio de Braga

O português João Domingues conquistou hoje o segundo título da carreira no circuito ‘challenger’ de ténis, ao vencer o argentino Facundo Bagnis, segundo cabeça de série, na final do torneio de Braga.

João Domingues vence Facundo Bagnis e conquista torneio de Braga

João Domingues vence Facundo Bagnis e conquista torneio de Braga

O português João Domingues conquistou hoje o segundo título da carreira no circuito ‘challenger’ de ténis, ao vencer o argentino Facundo Bagnis, segundo cabeça de série, na final do torneio de Braga.

João Domingues, 185.º classificado do ranking mundial e 13.º pré-designado do torneio bracarense em terra batida, impôs-se em três ‘sets’ a um tenista posicionado vários lugares acima na hierarquia da ATP, em 159.º, pelos parciais de 6-7 (5-7), 6-2 e 6-3, após duas horas e 16 minutos de confronto.

Depois de ter cedido o primeiro parcial no desempate, o tenista português parecia estar em grandes dificuldades quando sofreu uma quebra de serviço logo no jogo inaugural do segundo ‘set’, mas conseguiu reagir e quebrar por três vezes o jogo de serviço de Bagnis.

O terceiro e decisivo parcial começou da mesma forma, com o argentino a ‘quebrar’ João Domingues no primeiro jogo de serviço e o tenista luso a conseguir fazer o mesmo por duas vezes ao sul-americano, fechando o encontro no primeiro ‘match point’ que dispôs.

João Domingues junta o troféu alcançado hoje em Braga ao primeiro título conquistado no circuito ‘challenger’, no torneio italiano de Mestre, em 2017, ano em que disputou os únicos dois encontros com Bagnis: derrota em dois ‘sets’ em Bastad, na Suécia, e vitória pela mesma margem em Buenos Aires.

O tenista, de 25 anos, último resistente da ‘armada’ portuguesa que iniciou a prova minhota, perdeu a anterior final que disputou no circuito secundário, no torneio de Tunes, em 21 de abril, frente ao uruguaio Pablo Cuevas.

Entre a participação nos dois torneios ‘challenger’, João Domingues foi eliminado nos quartos de final do Estoril Open pelo grego Stefanos Tsitsipas, que acabou por vencer a prova lusa, tendo-se qualificado no sábado para a final do Masters 1.000 de Madrid.

O português Pedro Sousa, vencedor em 2018, desistiu da prova bracarense, por não ter conseguido recuperar totalmente da lesão sofrida durante o Estoril Open.

RPC // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS