Hungria ocupa lugar da Rússia no Europeu de futsal feminino em Portugal

A Hungria vai ocupar o lugar da Rússia, suspensa devido à invasão da Ucrânia, no Europeu de futsal feminino, que se vai disputar em Gondomar, anunciou hoje a UEFA.

Hungria ocupa lugar da Rússia no Europeu de futsal feminino em Portugal

Hungria ocupa lugar da Rússia no Europeu de futsal feminino em Portugal

A Hungria vai ocupar o lugar da Rússia, suspensa devido à invasão da Ucrânia, no Europeu de futsal feminino, que se vai disputar em Gondomar, anunciou hoje a UEFA.

Devido à intervenção militar russa na Ucrânia, a segunda edição do Europeu de futsal feminino já tinha sido adiada para o início de julho – 01 a 03 daquele mês -, depois de ter estado inicialmente marcada entre 25 a 27 de março.

Além da Hungria, que agora substitui a Rússia depois de ter sido segunda no Grupo 1 da ronda principal de qualificação, vão participar no torneio Portugal, Espanha e Ucrânia.

O Comité Executivo da UEFA decidiu ainda que a Rússia será excluída da qualificação para o Europeu feminino de futsal de 2023, assim como da qualificação para o Mundial masculino da modalidade de 2024, sendo, em ambos os casos, substituída na ronda principal por equipas vindas da ronda preliminar – a Noruega foi a escolhida para o Mundial masculino.

A Rússia também não terá representantes na Liga dos Campeões de futsal de 2022/23.

A ofensiva militar lançada na madrugada de 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 13 milhões de pessoas de suas casas — mais de 7,7 milhões de deslocados internos e mais de 5,5 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

NFO // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS