Holanda não está a 100%, mas vai dar tudo para vencer — Van Dijk

O defesa Virgil van Dijk afirmou hoje que a seleção da Holanda, apesar de não estar no topo das capacidades físicas, vai dar tudo para vencer a Inglaterra, na quinta-feira, na meia-final da Liga das Nações de futebol.

Holanda não está a 100%, mas vai dar tudo para vencer -- Van Dijk

Holanda não está a 100%, mas vai dar tudo para vencer — Van Dijk

O defesa Virgil van Dijk afirmou hoje que a seleção da Holanda, apesar de não estar no topo das capacidades físicas, vai dar tudo para vencer a Inglaterra, na quinta-feira, na meia-final da Liga das Nações de futebol.

O central do Liverpool, que se sagrou vencedor da Liga dos Campeões no dia 01 de junho, disse já estar “completamente em modo seleção nacional”, à espera de um duelo para o qual a equipa de que é capitão está cheia de “confiança”, apesar de não estar na sua melhor forma física, à semelhança da Inglaterra.

“As duas equipas não estão a 100%, porque toda a gente teve uma época completa atrás deles. Há uma hipótese de vencermos um troféu. Vamos dar tudo o que temos, se bem que vai ser difícil”, disse, na conferência de imprensa decorrida no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, palco do jogo.

O jogador, de 27 anos, acrescentou que a presença de vários elementos das duas seleções na última final da ‘Champions’ – o holandês Wijnaldum e os ingleses Alexander-Arnold, Gomez e Henderson, colegas no Liverpool, e os ingleses Rose, Dele Alli, Dier e Kane, do Tottenham – pode dar ao jogo uma “dimensão adicional”, de maior conhecimento entre as duas seleções.

Van Dijk falou concretamente sobre Harry Kane, o habitual titular no eixo do ataque inglês, tendo dito que o avançado, de 25 anos, é o “melhor” que a seleção opositora possui e merece jogar, apesar de não estar a 100%.

Além da vitória na Liga dos Campeões, o central atravessa ainda um momento de destaque a nível individual, já que não é ‘driblado’ há 64 jogos consecutivos. O central desvalorizou, porém, o registo, tendo dito que, em cada partida, só está focado em “defender” e em ajudar a sua equipa ou seleção.

O futebolista recusou, porém, estar no patamar de alguns dos melhores defesas nos últimos 30 anos, como Maldini, Costacurta e Nesta.

“Tenho de me manter bem e humilde. Ainda não estou nessa categoria. Fiz uma boa época, mas só quero continuar a jogar, a progredir e a vencer troféus com o Liverpool, mas também com a seleção nacional”, salientou.

A seleção da Holanda defronta a Inglaterra às 19:45 de quinta-feira, em jogo das meias-finais da Liga das Nações, a disputar no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

TYME // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS