Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 cancelado

O Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 foi cancelado, pelo segundo ano consecutivo. Estava previsto acontecer de 08 a 10 de outubro, após o GP da Rússia e o GP Turquia.

Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 cancelado

Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 cancelado

O Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 foi cancelado, pelo segundo ano consecutivo. Estava previsto acontecer de 08 a 10 de outubro, após o GP da Rússia e o GP Turquia.

Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 cancelado pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia da covid-19. A corrida estava marcada para acontecer de 8 a 10 de outubro, após o GP da Rússia e o GP Turquia.

“A decisão de cancelar a corrida esta temporada foi tomada pelo governo japonês, devido às complexidades existentes no país com a pandemia [da covid-19]”, disse a Fórmula 1 em comunicado, acrescentando estar a rever o calendário e que novos detalhes serão dados nas próximas semanas.

A decisão do Japão cria novos constrangimentos em relação às corridas sediadas na Ásia, depois dos cancelamentos da prova na China, e também na Austrália (Oceânia).

 Fórmula 1 entusiasmada com o nível de interesse de locais para sediar eventos

“A Fórmula 1 já provou este ano, e em 2020, que nos conseguimos adaptar e encontrar soluções para as incertezas em curso, e entusiasma-nos o nível de interesse demonstrado por vários locais para receberem os eventos”, adianta a F1.

No calendário de 23 corridas, Portugal recebeu o Grande Prémio pelo segundo ano consecutivo, esta época entre 30 de abril e 02 de maio, numa corrida ganha por Lewis Hamilton.

Já este ano, o governo japonês organizou os Jogos Olímpicos e prepara-se para receber os Paralímpicos, depois de ambos terem sido adiados de 2020 devido à pandemia, e as infeções pelo novo coronavírus triplicaram, embora os especialistas afirmem que a situação não tem correlação com o evento.

A covid-19 provocou pelo menos 4.370.427 mortes em todo o mundo, entre mais de 207,84 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

 

VEJA AGORA
Cristiano Ronaldo reage: "Não posso permitir que continuem a brincar com o meu nome"
Cristiano Ronaldo reage: “Não posso permitir que continuem a brincar com o meu nome”
Cristiano Ronaldo deixou, esta terça-feira, uma mensagem nas redes sociais procurando colocar os pontos nos “ii” sobre o seu futuro. O craque português considerou um “desrespeito” ver o seu nome associado a diversos clubes (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS