Governo aprova 31,2 ME para preparação olímpica e paralímpica para Paris2024

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros uma verba total de 31,2 milhões de euros para o programa de preparação olímpica e paralímpica para Paris2024, elogiando um “aumento histórico” do financiamento.

Governo aprova 31,2 ME para preparação olímpica e paralímpica para Paris2024

Governo aprova 31,2 ME para preparação olímpica e paralímpica para Paris2024

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros uma verba total de 31,2 milhões de euros para o programa de preparação olímpica e paralímpica para Paris2024, elogiando um “aumento histórico” do financiamento.

“Foi hoje aprovada a Resolução de Conselho de Ministros que determina a realização de despesa para a execução do Programa de Preparação Olímpica e Paralímpica para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos — Paris2024 no total de 31,2 milhões de euros”, pode ler-se em comunicado da secretaria de Estado da Juventude e do Desporto.

As verbas para o próximo ciclo olímpico constituem um aumento de 18,4%, enquanto no paralímpico a evolução é de 32,9%, em ambos os casos relativas ao programa de Tóquio2020.

Para esses Jogos, adiados em um ano devido à pandemia de covid-19, foram aprovados 18,55 milhões de euros para olímpicos — reforçados em quatro ME por causa do adiamento -, face a 22 milhões desta feita, e no paralímpico a verba cresce de 6,92 milhões, com um acréscimo de 1,2 ME, para 9,2 milhões.

Elogiando este como um aumento “histórico”, o Governo lembra que o incremento na preparação paralímpica “garantirá que pela primeira vez existe uma equiparação à realidade olímpica de todas as condições de bolsas e de preparação desportiva” tanto para atletas como equipas técnicas.

“As verbas para os programas olímpico e paralímpico incluem os montantes já previstos para este ano de 2022, aprovados por Resolução de dezembro de 2021, que agora são considerados para a execução de Paris2024”, acrescenta a nota do Governo.

A resolução hoje aprovada em Conselho de Ministros “tem ainda como objetivo o reforço dos Programas de Esperanças Olímpicas e Paralímpicas com vista à participação nos Jogos Olímpicos de Los Angeles2028 e Brisbane2032”.

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, com a tutela do Desporto, Ana Catarina Mendes, tinha confirmado à Lusa, na terça-feira, uma verba global de 30 milhões de euros, o “maior reforço para a preparação olímpica”.

Os valores aplicados nos últimos Jogos, num total de aproximadamente 30,6 ME — num ciclo olímpico atípico e alargado para cinco anos –, já corresponderam a aumentos significativos face aos do Rio2016, quando foram empregues 16 ME na preparação olímpica e 3,8 na paralímpica.

SIF (JP) // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS