Frederico Varandas explica saída de Keizer: «Final da Supertaça com o Benfica marcou muito»

Frederico Varandas, presidente do Sporting, concedeu uma entrevista ao canal do clube onde, entre muitos assuntos, explicou a saída de Marcel Keizer do comando técnico dos Leões.

Frederico Varandas explica saída de Keizer: «Final da Supertaça com o Benfica marcou muito»

Frederico Varandas explica saída de Keizer: «Final da Supertaça com o Benfica marcou muito»

Frederico Varandas, presidente do Sporting, concedeu uma entrevista ao canal do clube onde, entre muitos assuntos, explicou a saída de Marcel Keizer do comando técnico dos Leões.

Frederico Varandas, presidente do Sporting, concedeu uma entrevista ao canal do clube onde, entre muitos assuntos, explicou a saída de Marcel Keizer do comando técnico dos Leões. O líder do clube de Alvalade assumiu que a final da Supertaça perdida frente ao Benfica, por 5-0, foi um momento decisivo para a decisão da saída do treinador holandês.

«Entendemos que o ciclo de Keizer se tinha fechado. É justo lembrar como o clube estava quando chegou em novembro de 2018. Se há coisa importante para um profissional de futebol que olhe para o lado financeiro, mas também para a estabilidade do projeto desportivo», começou por dizer.

«É muito importante que percebam que nenhum treinador quer vir para um clube onde não há estabilidade. Marcel Keizer mesmo assim aceitou vir para o Sporting. Tínhamos a expetativa que a equipa continuasse a crescer com Keizer. A final da Supertaça com o Benfica marcou muito. Sentimos que a confiança de Keizer baixou e esse sentimento passou para o grupo. Sentimos que a equipa podia fazer, com qualquer adversário, um jogo muito bom ou muito mau. Não sentíamos a equipa com confiança e achámos que era altura de mudar o ciclo», continuou o presidente.

«Alguém vai despedir um treinador que vence duas Taças?»

Quando questionado sobre se o resultado frente ao Rio Ave, onde o Sporting saiu derrotado por 3-2, em Alvalade, com três grandes penalidades, o líder leonino garante que foi uma decisão ponderada e que a saída do técnico nada teve a ver com esse resultado.

«A decisão da saída de Marcel Keizer não teve que ver com o resultado frente ao Rio Ave. Foi uma decisão ponderada e que esteve relacionada com a perda de confiança do grupo. Dizem que devia ter saído no final da época. Mas alguém vai despedir um treinador que vence duas Taças [Taça da Liga e Taça de Portugal] naquelas condições? Tenho a certeza que não», sublinhou Frederico Varandas.

LEIA MAIS

Encontrado cadáver de Blanca Fernández Ochoa, desaparecida desde 23 de agosto

Benfica anuncia lista de 38 inscritos para Liga dos Campeões

Previsão do tempo para quinta-feira

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS