Franclim Carvalho admite importância da paragem para ‘refrescar’ Belenenses SAD

O treinador da Belenenses SAD, Franclim Carvalho, admitiu hoje a importância da pausa competitiva para ‘refrescar’ o plantel para a reta final da I Liga de futebol, a iniciar com a receção ao Portimonense, da 28.ª jornada.

Franclim Carvalho admite importância da paragem para 'refrescar' Belenenses SAD

Franclim Carvalho admite importância da paragem para ‘refrescar’ Belenenses SAD

O treinador da Belenenses SAD, Franclim Carvalho, admitiu hoje a importância da pausa competitiva para ‘refrescar’ o plantel para a reta final da I Liga de futebol, a iniciar com a receção ao Portimonense, da 28.ª jornada.

“Como cheguei mais tarde, é normal que tenha falta de momentos para trabalhar. Há desgaste acumulado. Pode não parecer, mas só faltam seis semanas. Temos de saber gerir isto e ter a malta fresca para esta reta final. Foi muito importante para reforçar os laços do grupo e temos vindo a melhorar isso”, referiu o técnico, na antevisão ao jogo.

Com mais pontos somados (18) do que golos marcados (15), os ‘azuis’ permanecem na lanterna-vermelha da competição e continuam ‘de costas voltadas’ com os tentos, mas Franclim Carvalho assina “por baixo” terminar a I Liga com uma pontuação mais alta do que o número de golos, desde que seja suficiente para poder assegurar a manutenção.

“Obviamente que sabemos que precisamos de fazer golos, mas, nos últimos três jogos, fizemos três pontos só com um golo. Também só sofremos um, podemo-nos agarrar a esse lado. Éramos a pior defesa e já não somos. Temos tido oportunidades para fazer golos, não temos feito, mas acredito que amanhã [sábado] vamos fazer”, sublinhou.

O lateral-esquerdo Nilton Varela e o central sul-africano Cafú Phete estão recuperados de lesão, com o segundo a poder mesmo ter entrada direta no ‘onze’ titular, face à suspensão de Yohan Tavares, que cumprirá castigo após sequência de cinco amarelos.

“O Cafú teve uma recuperação muito boa, treinou sem limitações ontem [quinta-feira] e hoje. É uma das hipóteses, como são o Chima Akas e o Danny Henriques. Dos três, um não jogará. Vamos ver qual será”, revelou o conimbricense, no cargo desde janeiro.

Por outro lado, o avançado Chico Teixeira “sentiu um desconforto muscular” e “não vale a pena arriscar” a sua utilização, de acordo com Franclim Carvalho, que avaliou o Portimonense como uma equipa “muito forte individualmente” e com um treinador “muito experiente”, apesar de estar a viver um momento muito negativo, em que o derradeiro triunfo remonta a 12 de dezembro de 2021, na visita ao Moreirense (1-0).

“Fisicamente, são muito fortes, e nas bolas paradas também. É a terceira equipa no campeonato com maior taxa de sucesso nas bolas aéreas. Quanto ao momento, não adianta estarmos sempre a adiar a vitória. Sabemos o nosso objetivo e os pontos que temos de fazer. Vamos lutar pelos três pontos, sabendo que o Portimonense já não ganha há algum tempo, mas que também não perde assim tantas vezes”, salientou.

A Belenenses SAD, 18.ª e última da I Liga de futebol, com 18 pontos, recebe no sábado o Portimonense, 11.º, com 29, em jogo da 28.ª ronda, com início às 15:30, no Estádio Nacional, em Oeiras, e com arbitragem de Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.

 

DYRP // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS