FC Porto sofre até aos 117 minutos mas está nos quartos de final [vídeos]

Alex Telles coloca o FC Porto nos quartos de final da Liga do Campeões, ao converter em golo um castigo máximo assinalado aos 117 minutos.

O FC está nos quartos de final da Liga dos Campeões depois de, aos 117 minutos, Alex Telles ter convertido uma grande penalidade assinalada após consulta do VAR. O resultado final ficou em 3-1, mas foi necessário recorrer a prolongamento. Os outros golos dos Dragões foram marcados por Soares, aos 26 minutos, e por Marega, aos 52. O tento romano foi conseguido por De Rossi aos37minutos da partida, também através de grande penalidade.

Chuva, vento e 11,4ºC à hora do jogo no Estádio do Dragão [previsão completa aqui]

FC Porto  3-1  AS Roma [4-3]

26′ Golo do FC Porto! Tiquinho Soares!!!

.

27′ De Rossi marca e empata a partida.

.

52′ Marega! Maaaaregaaaaaa! É o 2-1 para o Porto!

.

117′ Alex Telles marca. O FC Porto vence!

.

Equipa de Roma «vai defender o resultado», acredita Sérgio Conceição

Sérgio Conceição conhece bem o campeonato o italiano, por ter jogado vários anos na Serie A. Estava, por isso, ciente da capacidade defensiva da formação transalpina. Por essa razão, esperava o «jogo difícil» que acabou por confirmar-se. «Independentemente dessa forma de pensar das equipas italianas, a Roma tem sofrido golos nos últimos 30 jogos. Temos de estar preparados para um adversário que, em alguns momentos, vai defender o resultado que lhe é favorável. Se for necessário, teremos de aplicar mais poder ofensivo», antevia. Para esse poder ofensivo, o treinador do FC Porto já contou com Marega, algo que valorizou, mas não considerou determinante, embora o avançado tenha marcado o golo que igualou a eliminatória e alevou para prolongamento.

Equipas iniciais e suplentes

O FC Porto alinhou de incício com Casillas, Militão, Felipe, Pepe e Alex Telles; Corona, Danilo, Herrera e Otávio; Soares e Marega. No banco ficaram Vaná, Maxi, Hernâni, Brahimi, Adrián, Fernando Andrade e Óliver Torres. A AS Roma apostou em Olsen, Karsdorp, Manolas, Juan Jesus, Marcano e Kolarov; De Rossi e Nzonzi; Perotti, Dzeko e Zaniolo parao arranque da partida. Os suplentes foramMirante, Cristante, Pellegrini, Schick, Santon, Florenzi e El Shaarawy.

FC Porto com desvantagem de 1-2, mas habituado a bater a AS Roma

Nas últimas duas temporadas, o campeão nacional caiu nos oitavos de final aos pés de Juventus (2016/17) e de Liverpool (2017/18), sendo que, na primeira dessas temporadas, eliminaram precisamente a Roma, no ‘play-off’ de acesso à fase de grupos. Depois de um nulo (0-0) no Dragão, o conjunto então liderado por Nuno Espírito Santo foi ao Estádio Olímpico de Roma vencer por 3-0, com golos de Felipe, Layún e Corona, num encontro no qual os giallorossi viram dois jogadores serem expulsos. De resto, em 1981, o FC Porto, sob o comando do austríaco Hermann Stessl, já tinha eliminado o conjunto romano das provas europeias. Na altura, fê-lo na segunda eliminatória da Taça das Taças. venceu a primeira mão nas Antas, por 2-0, e empatou 0-0 em Roma.

Primeira mão dos oitavos de final [resumo]

LEIA MAIS

Pai irrita-se com a birra da filha e bate na mulher grávida

Pizzi, Jonas e André Almeida não vão a Zagreb
Liga NOS tem novo líder e mexidas abaixo da linha de água [Jornada completa | vídeos]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

FC Porto sofre até aos 117 minutos mas está nos quartos de final [vídeos]

Alex Telles coloca o FC Porto nos quartos de final da Liga do Campeões, ao converter em golo um castigo máximo assinalado aos 117 minutos.