Fabián O´Neill: Cirrose crónica mata lenda do futebol uruguaio aos 49 anos

Fabián O’Neill, que Zidane disse ser o jogador mais talentoso que viu jogar, destacou-se no Uruguai, brilhou em Itália e abandonou os relvados apenas com 30 anos.

Fabián O´Neill: Cirrose crónica mata lenda do futebol uruguaio aos 49 anos

Fabián O´Neill: Cirrose crónica mata lenda do futebol uruguaio aos 49 anos

Fabián O’Neill, que Zidane disse ser o jogador mais talentoso que viu jogar, destacou-se no Uruguai, brilhou em Itália e abandonou os relvados apenas com 30 anos.

Morreu Fabián O’Neill, ex-jogador que fez parte dos convocados uruguaios que disputaram o Mundial de 2002. E que fez parte, entre outros clubes, da Juventus. O antigo médio, que era conhecido como El Mago, morreu no domingo (25) vítima de cirrose crónica. “Adeus Mago!”, publicou o Nacional de Montevidéu, clube no qual Fabián O’Neill se estreou na primeira divisão.

Leia depois
Fábio Garrido, ex-jogador do Belenenses, morre aos 21 anos
Fábio Garrido, jogador formado no Sporting, morre aos 21 anos. O extremo estreou-se pela equipa principal do Belenenses em 2020/21 e em 2021/22 representou o Barreirense (… continue a ler aqui)

Fabián O’Neill terminou a carreira em 2003, altura em que tinha apenas 30 anos. O ex-jogador chegou a revelar os problemas de alcoolismo que teve durante e após o final da carreira. Algo que fez na biografia Hasta la última gota (Até à ultima gota, em português). O antigo jogador, que Zinedine Zidane chegou a dizer ser o mais talentoso que já viu jogar, estava internado num hospital de Montevidéu,por causa de uma hemorragia. Também já tinha estado internado em 2020 devido a um quadro hepático severo.

Zidane disse de Fabián O´Neill ser o jogador mais talentoso que viu jogar

Visto como uma lenda do futebol uruguaio, Fabián O’Neill estreou-se na I Divisão em 1992 pelo Nacional aos 18 anos. Foi nesse ano que conquistou o título de campeão nacional. Em 1995 mudou-se para Itália, tendo representado o Cagliari até 2000. Mudou-se para a Juventus, mas após uma época foi emprestado ao Perugia em 2002. No ano seguinte voltou ao Nacional, para se retirar dos relvados em 2003.

Fabián O´Neill representou a seleção em 19 ocasiões, tendo marcado dois golos. Esteve no Mundial de 2002, não tendo jogado nenhum minuto devido a lesão. “O futebol uruguaio está de luto. Perdemos um dos melhores jogadores que surgiram nas últimas décadas e que soube brilhar em campo com seu talento, magia e bom chute”, salienta o El País. “Fabián O’Neill é um desses grandes talentos desperdiçados por uma vida fora de campo imprópria para um profissional (…) a sua carreira foi marcada pelo álcool e pelos excessos”, lamenta o El Observador.

“Da próxima vez, mato-te”

Em Itália, todos recordam o famoso Cagliaria vs Salernitana, realizado em maio de 1999. Foi neste jogo que Fabián O´Neill meteu três “tunéis” a Gattuso. Conta-se que o jogador tinha prometido a amigos que iria fazer uns “tunéis” ao italiano. Mesmo tendo sido avisado do mau feitio de Gattuso. “Da próxima vez, mato-te”, terá dito o italiano depois do primeiro túnel. “Não me marques mais que irás cair no ridículo”, terá sido a resposta do uruguaio.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Reprodução Juventus

Impala Instagram


RELACIONADOS