Ex-Benfica fura quarentena para celebrar aniversário da namorada e arrisca prisão

Ministério Público de Belgrado ordenou à polícia sérvia que avance com uma queixa-crime contra o futebolista por não ter cumprido as ordens de isolamento.

Ex-Benfica fura quarentena para celebrar aniversário da namorada e arrisca prisão

Ministério Público de Belgrado ordenou à polícia sérvia que avance com uma queixa-crime contra o futebolista por não ter cumprido as ordens de isolamento.

Luka Jovic, ex-jogador do Benfica e atual do Real Madrid, furou a quarentena imposta pelo clube espanhol e voou até ao seu país de forma a celebrar o aniversário da namorada, conta o As.

Segundo o jornal sérvio Blic, o Ministério Público de Belgrado ordenou à polícia sérvia que avance com uma queixa-crime contra o futebolista por não ter cumprido as ordens de isolamento.

De acordo com a mesma publicação, Jovic cometeu outra infração quando entrou na Sérvia, indicando a morada onde iria estar em isolamento mas, quando as autoridades foram procurá-lo para confirmar se estava em casa, o futebolista não estava.

As autoridades avisaram que se Jovic voltasse a fazer o mesmo seria preso de imediato, mas para os procurados de Belgrado a violação da quarentena foi suficiente para justificar que mal termine o período imposto, o jogador será alvo de uma queixa crime formal. «Pode acontecer daqui a um mês», disse fonte ao Blic.

Jovic corre o risco de ter de cumprir uma pena de prisão de três anos, motivada por desobediência civil. O internacional sérvio já foi ordenado a pagar uma multa de 1300€.

«Ser atleta rico não nos impede de aplicar multas. Ou cumprem as regras ou vão para a prisão», afirmou Nebojsa Steganovic, ministra do Interior da Sérvia, a um programa de televisão.

Jovic deixou Espanha na noite de 18 de março, numa altura em que o país tinha mais de 14 mil casos confirmados de Covid-19 e refistava 630 vítimas mortais.

LEIA MAIS
Rapper raptado à porta do prédio em Sintra

 

Impala Instagram


RELACIONADOS