Everton acentua crise do Arsenal e sobe ao segundo lugar da ‘Premier League’

O Everton subiu hoje, provisoriamente, ao segundo lugar da Liga inglesa de futebol, ao vencer por 2-1 na receção ao Arsenal, em jogo da 14.ª jornada, e acentuou a crise do próximo adversário do Benfica na Liga Europa.

Everton acentua crise do Arsenal e sobe ao segundo lugar da 'Premier League'

Everton acentua crise do Arsenal e sobe ao segundo lugar da ‘Premier League’

O Everton subiu hoje, provisoriamente, ao segundo lugar da Liga inglesa de futebol, ao vencer por 2-1 na receção ao Arsenal, em jogo da 14.ª jornada, e acentuou a crise do próximo adversário do Benfica na Liga Europa.

Um autogolo do central Rob Holding, aos 22 minutos, colocou os ‘toffees’ na frente do marcador, mas os londrinos responderam aos 35, com o costa-marfinense Nicolas Pépé a repor a igualdade em Goodison Park.

O central colombiano Yerry Mina deu nova vantagem ao Everton, aos 45 minutos, assegurando o terceiro triunfo seguido da formação comandada por Carlo Ancelotti, que subiu ao segundo posto, com 26 pontos, a cinco do líder e rival Liverpool, e com mais um do que o Tottenham, de José Mourinho, que é terceiro e no domingo recebe o Leicester.

Já o Arsenal, que em fevereiro vai defrontar o Benfica nos 16 avos de final da Liga Europa, continua a ter um desempenho penoso na ‘Premier League’, ocupando o 15.º lugar, com 14 pontos, depois de ter somado o sétimo jogo seguido sem vencer e averbado a oitava derrota na competição.

Os ‘gunners’ têm tantos desaires quanto o Fulham e o West Brom, que se encontram em zona de despromoção, e só são superados nesse capítulo pelo lanterna-vermelha Sheffield United, que leva 12 derrotas.

Na liderança isolada, com 31 pontos, continua o campeão em título Liverpool, que hoje goleou por 7-0 na visita ao Crystal Palace, com golos de Takumi Minamino, aos três minutos, Sadio Mané, aos 35, Roberto Firmino, aos 44 e 68, Jordan Henderson, aos 52, e Mohamed Salah, aos 81 e 84.

Na visita a Selhurst Park, o Liverpool alcançou a maior vitória fora de casa de sempre no primeiro escalão, superando o triunfo por 7-1 sobre o Derby County, em 1990/91, na então Primeira Divisão inglesa, que antecedeu a ‘Premier League’ até 1992.

O Manchester City ocupa o sexto posto, após ter vencido por 1-0 o surpreendente Southampton, graças ao tento solitário do avançado Raheem Sterling, aos 16 minutos, na sequência de um cruzamento de Kevin de Bruyne, que tinha combinado com Bernardo Silva.

O avançado internacional português foi aposta inicial do técnico Pep Guardiola, tal como os compatriotas Rúben Dias e João Cancelo.

Os ‘citizens’ somam 23 pontos, os mesmos do Manchester United, que no domingo recebe o Leeds, e menos um do que o Leicester e o Southampton, quarto e quinto colocados, respetivamente.

MO // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS