Euro2020: Fernando Santos diz que “solidez e gestão da bola” serão determinantes

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, afirmou hoje que a solidez defensiva e a gestão de bola serão determinantes para o desfecho do jogo de domingo com a Bélgica, dos oitavos de final do Euro2020.

Euro2020: Fernando Santos diz que

Euro2020: Fernando Santos diz que “solidez e gestão da bola” serão determinantes

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, afirmou hoje que a solidez defensiva e a gestão de bola serão determinantes para o desfecho do jogo de domingo com a Bélgica, dos oitavos de final do Euro2020.

“Não podemos conceder espaços ao adversário, para que não possam jogar nem pensar sem a nossa interferência. Nestes jogos grandes, e numa final como esta — porque é a primeira final e queremos estar na última final, tal como a Bélgica -, não podemos dar espaços. A equipa que souber defender melhor e souber gerir a bola quando a tiver é a que vai ganhar”, afirmou, em conferência de imprensa, em Sevilha.

O técnico, que fazia a antevisão do duelo dos ‘oitavos’, reforçou que “as finais não se jogam, ganham-se” e deixou uma convicção: “Estamos nesta final para ganhar e tenho a forte convicção de que vamos ser mais competentes do que o nosso adversário”.

Fernando Santos considerou que “equipas como a Bélgica e Portugal não têm muitos pontos negativos” e que cabe aos “treinadores encontrá-los para, depois, explorá-los”, neste caso diante de um adversário que tanto joga em 3x4x3 como em 3x4x1x2.

“Estou à espera que joguem com três no meio-campo, um deles o De Bruyne, mais adiantado. Esta equipa não é de contra-ataque”, referiu, destacando a projeção dos laterais e a capacidade do avançado Romelu Lukaku a jogar “como pivô, como acontece no futsal”.

Apesar das individualidades que possuem e de serem uma “equipa que joga junta há muito tempo”, Fernando Santos fez questão de realçar “a Bélgica no seu conjunto”, frisando que a equipa das ‘quinas’ terá de evitar “baixar muito as linhas à entrada da área”.

“Compete-nos defender bem e estar ao nível do que fizemos com a França e a Hungria, porque temos qualidade para criar oportunidades. A Bélgica tem sete golos marcados, mas Portugal também tem sete. Portugal tem condições para fazer golos e criar oportunidades”, observou.

Por outro lado, o selecionador nacional assegurou que “a equipa descansou bem” desde o embate com a França, na quarta-feira, pelo que, se houver alterações, será por questões estratégicas.

Portugal e Bélgica disputam a partida dos oitavos de final do Euro2020 no domingo, a partir das 21:00 locais (20:00 em Lisboa), no Estádio de La Cartuja, em Sevilha, sob arbitragem do alemão Felix Brych.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países diferentes.

MO/AJC // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS