Enes Kanter falha jogo dos Knicks em Londres por medo de ser “assassinado”

O basquetebolista turco Enes Kanter vai falhar o jogo dos New York Knicks frente aos Washington Wizards, em Londres, por receio de represálias, face à sua oposição ao regime do presidente Recep Tayyip Erdogan.

Enes Kanter falha jogo dos Knicks em Londres por medo de ser

Enes Kanter falha jogo dos Knicks em Londres por medo de ser “assassinado”

O basquetebolista turco Enes Kanter vai falhar o jogo dos New York Knicks frente aos Washington Wizards, em Londres, por receio de represálias, face à sua oposição ao regime do presidente Recep Tayyip Erdogan.

O poste de 26 anos anunciou a intenção na sexta-feira, após a vitória por 119-112 frente aos Los Angeles Lakers, para a Liga norte-americana de basquetebol (NBA), e o clube confirmou que o jogador turco não vai viajar para Londres, para o embate marcado para 17 de janeiro, por problemas com o visto.

Segundo disse Kanter, não pode viajar porque “há uma hipótese de ser assassinado”. “Infelizmente, não vou por causa daquele lunático, o presidente turco”, atirou.

Segundo o atleta, a intenção de “ajudar a equipa a ganhar” esbarra no receio de “um homem lunático, maníaco, um ditador”, mantendo as críticas que tem feito a Erdogan ao longo dos últimos anos, incluindo ter-lhe chamado “o Hitler do século XXI”.

O passaporte turco de Kanter foi revogado em 2017, altura em que foi emitido um mandado internacional para a sua detenção, e o basquetebolista diz que seria um alvo “fácil” em Londres, onde há “muitos espiões”.

O pai, Mehmet, foi acusado em 2018 de pertencer a grupo terrorista, na sequência do golpe militar falhado de 2016, mesmo que este já se tenha afastado das crenças do filho.

SIYF // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS