Cancro da mama afasta árbitra do Mundial feminino de futebol

A árbitra canadiana Carol Anne Chenard e a assistente chinesa Yongmei Cui foram excluídas por motivos de saúde do quadro de nomeações para o Mundial de futebol feminino, que vai ser disputado entre sexta-feira e 07 de julho.

Cancro da mama afasta árbitra do Mundial feminino de futebol

Cancro da mama afasta árbitra do Mundial feminino de futebol

A árbitra canadiana Carol Anne Chenard e a assistente chinesa Yongmei Cui foram excluídas por motivos de saúde do quadro de nomeações para o Mundial de futebol feminino, que vai ser disputado entre sexta-feira e 07 de julho.

A árbitra canadiana Carol Anne Chenard e a assistente chinesa Yongmei Cui foram excluídas por motivos de saúde do quadro de nomeações para o Mundial de futebol feminino, que vai ser disputado entre sexta-feira e 07 de julho. O comité de arbitragem da FIFA deu conta da saída de ambas, acrescentando que a canadiana foi diagnosticada com cancro da mama e que a assistente chinesa foi excluída da competição devido a problemas cardíacos. Nenhuma das duas será substituída e as duas assistentes de Chenard, Chantal Boudreau and Kathryn Nesbitt, vão participar na competição. O oitavo Mundial feminino vai contar pela primeira vez com uma árbitra portuguesa, caso de Sandra Bastos, enquanto Tiago Martins vai ser videoárbitro (VAR) na competição, que vai ser disputada em França.

LEIA MAIS

Homem detido dentro de escola em Sintra

Previsão do tempo para quinta-feira

Impala Instagram


RELACIONADOS