Dois jogos da II Liga vão testar regresso dos adeptos aos estádios

Dois jogos da II Liga portuguesa de futebol vão juntar-se ao grupo de jogos em que será testado o regresso dos adeptos aos estádios

Dois jogos da II Liga vão testar regresso dos adeptos aos estádios

Dois jogos da II Liga vão testar regresso dos adeptos aos estádios

Dois jogos da II Liga portuguesa de futebol vão juntar-se ao grupo de jogos em que será testado o regresso dos adeptos aos estádios

Lisboa, 02 out 2020 (Lusa) — Dois jogos da II Liga portuguesa de futebol vão juntar-se ao grupo de jogos em que será testado o regresso dos adeptos aos estádios, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Os jogos entre Académico de Viseu e Académica, agendado para 08 de outubro, e entre Feirense com o Desportivo de Chaves, marcado para 15 de outubro, serão monitorizados por um grupo de acompanhamento criado entre a Direção-Geral da Saúde (DGS), Liga de clubes e o pneumologista consultor da Liga, Filipe Froes.

Estes dois jogos, referentes à primeira jornada da II Liga e que foram adiados devidos a casos de covid-19, vão juntar-se ao jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente, da I Liga, marcado para domingo, e aos dois jogos da seleção portuguesa com a Espanha (07 de outubro) e Suécia (14 de outubro) no grupo de testes-piloto.

O presidente da Liga, Pedro Proença, e os diretores-executivos, Sónia Carneiro, Helena Pires e Tiago Madureira, o diretor de planeamento e estratégia, Rui Caeiro, bem como o pneumologista Filipe Froes estiveram na tarde de hoje reunidos com o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, com a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, e com o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

“Desta reunião saiu um compromisso claro de ambas as partes em avançar para um grupo de jogos-teste, de forma a que se faça uma posterior análise ao comportamento dos adeptos nos estádios, numa altura de precauções especiais devido à covid-19”, refere a Liga em comunicado.

O documento acrescenta que foi ainda decidida a criação de um grupo de acompanhamento do futebol profissional, constituído por elementos da DGS, da Liga e por Filipe Froes, que, “além da monitorização contínua destes três jogos, irá analisar relatórios exaustivos sobre cada um dos três encontros do futebol profissional”.

“No dia seguinte à realização do relatório haverá uma reunião de trabalho, com a última a estar marcada para 19 de outubro, data em que se definirão os passos seguintes”, acrescenta o documento.

A Liga salienta que assumiu o compromisso de efetuar relatórios detalhados após os três jogos, das I e II ligas, de forma a que a autoridade de saúde possa analisar vários fatores, como a entrada e saída dos adeptos, bem como ao comportamento revelado nas bancadas.

Segundo o documento da Liga de clubes, no final da reunião, António Lacerda Sales, acompanhado por Graça Freitas e João Paulo Rebelo, explicou, precisamente, o compromisso de se fazerem esses relatórios para uma posterior avaliação, tal como Pedro Proença evidenciou o facto de se ter dado “um passo importante” com estes testes-piloto no futebol profissional.

“Foi uma grande conquista que aqui tivemos. Efetivamente, aquilo que inicialmente seria para as regiões autónomas, vai começar, também, em Portugal continental. Vamos ter cinco testes-piloto para a integração gradativa de público, sabendo que a taxa inicial será de 10%. A seguir a cada jogo será emanado um relatório de avaliação”, afirmou Pedro Proença, que estará presente no jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente.

O presidente da Liga mostrou-se satisfeito pelo facto de o Governo ter “anuído às pretensões da Liga”.

“Vamos seguir o nosso caminho. Dia 19 [de outubro], esperamos ter uma reunião conclusiva, para que o público volte aos estádios”, concluiu.

O jogo Santa Clara–Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga de futebol, vai ter uma assistência de 1.000 pessoas, sendo o primeiro jogo profissional da época a ter público no estádio devido às restrições da covid-19.

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, ambos no estádio José Alvalade, também foram autorizados a receber público, revelou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em comunicado.

“No jogo de preparação entre as seleções de Portugal e de Espanha, no próximo dia 07 de outubro, pelas 19:45, no Estádio José Alvalade, será autorizada a ocupação de 5% da lotação do estádio com público. No jogo oficial entre as seleções de Portugal e da Suécia, a contar para a Liga das Nações, no dia 14 de outubro, às 19:45, no Estádio José Alvalade, será autorizada a ocupação de 10% da lotação do estádio com público”, explicou a FPF.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.983 pessoas dos 77.284 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

AJO // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS