Dkojovic entra a vencer nas ATP Finals e já é o terceiro tenista mais vitorioso

O sérvio Novak Djokovic entrou hoje a vencer nas ATP Finals, impondo-se ao argentino Diego Schwartzman em dois ‘sets’, e tornou-se no terceiro tenista mais vitorioso na história da competição.

Dkojovic entra a vencer nas ATP Finals e já é o terceiro tenista mais vitorioso

Dkojovic entra a vencer nas ATP Finals e já é o terceiro tenista mais vitorioso

O sérvio Novak Djokovic entrou hoje a vencer nas ATP Finals, impondo-se ao argentino Diego Schwartzman em dois ‘sets’, e tornou-se no terceiro tenista mais vitorioso na história da competição.

No seu primeiro encontro na edição de 2020 das ATP Finals, que decorrem na O2 Arena de Londres, o número um mundial confirmou o seu favoritismo e não teve dificuldades para derrotar o estreante argentino, nono do ‘ranking’ mundial’, por expressivos 6-3 e 6-2, em uma hora e 19 minutos.

Djokovic, à procura do sexto título na competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada, ampliou o seu registo na ronda inaugural do ‘round robin’ para 12-1, depois de converter quatro dos seis ‘break-points’ de que dispôs e de ter vencido 64% dos pontos no seu segundo serviço.

Com mais este triunfo, o sérvio, que já garantiu a liderança do ‘ranking’ mundial no final da temporada, é já o terceiro tenista mais ganhador na história das ATP Finals, com 37 vitórias, superando o seu antigo treinador, o alemão Boris Becker (36), e ficando atrás apenas do suíço Roger Federer (59) e do checo Ivan Lendl (39).

Na estreia na competição, Diego Schwartzman, que ganhou a vaga em Londres devido à ausência por lesão de Federer e que é o primeiro argentino a participar na prova desde Juan Martín del Potro em 2013, até foi o primeiro a quebrar o serviço do adversário, logo no terceiro jogo, mas não teve argumentos para contrariar a superioridade de ‘Djoko’.

O sérvio lidera o grupo Tóquio1970, cujo outro encontro da primeira ronda do ‘round robin’ vai opor esta noite Daniil Medvedev ao alemão Alexander Zverev, naquela que é uma reedição do Masters 1.000 de Paris, conquistado pelo russo.

AMG // RPC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS