Disciplinas excluídas da Liga Diamante de atletismo regressam em 2021

As disciplinas de triplo salto, disco, 200 metros, 3.000 metros obstáculos e 5.000 metros, excluídas do programa da Liga Diamante em 2020, serão reintroduzidas no próximo ano neste circuito do atletismo mundial, anunciou hoje a federação internacional.

Disciplinas excluídas da Liga Diamante de atletismo regressam em 2021

Disciplinas excluídas da Liga Diamante de atletismo regressam em 2021

As disciplinas de triplo salto, disco, 200 metros, 3.000 metros obstáculos e 5.000 metros, excluídas do programa da Liga Diamante em 2020, serão reintroduzidas no próximo ano neste circuito do atletismo mundial, anunciou hoje a federação internacional.

Com a reintrodução das cinco disciplinas banidas em 2020 haverá novamente um total de 32 eventos (16 para mulheres e 16 para homens) a disputar durante a temporada da Liga Diamante, que contará com 13 etapas antes de uma final organizada em Zurique, na Suíça, em 08 e 09 de setembro.

A abolição dessas modalidades gerou uma onda de protestos no mundo do atletismo e levou à criação de um movimento de atletas liderado pelo campeão olímpico e mundial do triplo salto, o norte-americano Christian Taylor.

“Os esforços para restabelecer as disciplinas removidas foram bem-sucedidos. Isto não é apenas apreciável, mas também é reconfortante e deve ajudar todos os atletas a sentir que a sua voz conta”, considerou Christian Taylor no comunicado divulgado pela IAAF.

O formato das competições de salto em comprimento, triplo salto, peso, dardo e disco também foi modificado com o estabelecimento, a cada encontro, de uma fase de qualificação, que apura os três primeiros para uma final a começar a zero.

A Liga Diamante de 2021 terá início em 23 de maio em Rabat (Marrocos).

Em 2020, o circuito sofreu o impacto da pandemia de covid-19 e só foi capaz de oferecer quatro competições ‘reais’ (Mónaco, Roma, Estocolmo e Doha) e três encontros ou reuniões em formato reduzido (Oslo, Bruxelas e Lausanne).

APS // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS