Dinamarquês Mads Pedersen vence Gand-Wevelgem

O dinamarquês Mads Pedersen, da Trek-Segafredo, foi hoje o vencedor da clássica ciclista belga Gand-Wevelgem, impondo-se num ‘sprint’ longo ao francês Florian Sénéchal (Deceuninck-Quickstep) e ao italiano Matteo Trentin (CCC).

Dinamarquês Mads Pedersen vence Gand-Wevelgem

Dinamarquês Mads Pedersen vence Gand-Wevelgem

O dinamarquês Mads Pedersen, da Trek-Segafredo, foi hoje o vencedor da clássica ciclista belga Gand-Wevelgem, impondo-se num ‘sprint’ longo ao francês Florian Sénéchal (Deceuninck-Quickstep) e ao italiano Matteo Trentin (CCC).

O português Rui Oliveira, da UAE Emirates, foi um dos muitos desistentes da dura prova, totalmente disputada em estradas de Flandres com muita chuva e vento.

A 15 quilómetros da meta, a liderança era isolada para o suíço Stefan Kung, que, no entanto, se deixou apanhar por um grupo de oito unidades.

Entre os nove que iam discutir a vitória estavam os dois grandes favoritos, ou seja, o belga Wout Van Aert (Jumbo-Visma) e o holandês Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), bem como o alemão John Degenkolb (Lotto-Soudal) e Pedersen, que no ano passado mostrou que sabe gerir bem as provas de um dia, ao sagrar-se campeão do mundo.

“Gosto dos ‘sprints’ longos”, disse no final o dinamarquês, que estranhou a falta de capacidade de reação de Van der Poel e Van Aert. “Foi uma corrida difícil pela chuva e pelo vento, mas passei bem no Monte Kemmel, sentia as pernas bem e isso deu-me confiança”, acrescentou.

Pedersen, Trentin, Sénéchal e o italiano Alberto Bettiol ganharam avanço a um quilómetro da meta, perante a passividade dos dois favoritos, para o ciclista da Trek-Segafredo triunfar em 5:19.20 horas.

Para o dinamarquês, esta é a 15.ª vitória na carreira, terceira da época, depois de uma etapa no BinckBank Tour e uma na Volta à Polónia.

FB // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS