Cubano Roger Iribarne pede naturalização rápida para competir por Portugal 

O barreirista cubano Roger Iribarne desejou hoje que o processo de naturalização seja rápido para poder competir por Portugal já no próximo Mundial de atletismo.

Cubano Roger Iribarne pede naturalização rápida para competir por Portugal 

Cubano Roger Iribarne pede naturalização rápida para competir por Portugal 

O barreirista cubano Roger Iribarne desejou hoje que o processo de naturalização seja rápido para poder competir por Portugal já no próximo Mundial de atletismo.

“Está nas mãos da federação portuguesa. Queremos [Roger Iribarne e Reynier Mena, outro velocista cubano] representar Portugal. Só pedimos que nos naturalizem o mais rapidamente possível para podermos representar Portugal. Espero que aconteça já no próximo Mundial”, disse Roger Iribarne, em Leiria, onde competiu pelo Benfica no Campeonato Nacional de Clubes. 

O atleta lembrou à agência Lusa que “no próximo ano faz quatro anos” que os dois não representam Cuba “em nenhuma competição oficial” e disse que, “quando chegar a naturalização”, ambos esperam “estar no Mundial já por Portugal, e depois nos Jogos Olímpicos, Europeus e tudo o mais”.  

Há quatro meses em Portugal, Roger Iribarne agradece “ao Benfica e à federação todas as oportunidades que estão a dar”, a si e a Reynier Mena.

“Neste tempo, com condições que não nos davam antes [em Cuba] já consegui melhorar a minha marca pessoal”, 13,26 segundos nos 110 metros barreiras, no ‘meeting’ de Chaux-de-Fonds, na Suíça.

Hoje, em Leiria, Roger Iribarne garantiu a vitória nos 110 metros barreiras para o Benfica, com 13,47 segundos. 

“É uma boa marca, mas não vim para melhorar, sim para vencer e dar oito pontos ao Benfica. Penso que se tivesse acelerado até à meta, depois da última barreira, podia ter-me aproximado pelo menos dos 13,30, mas o importante era garantir o primeiro lugar e quando vi que ia na frente, diminuí o ritmo até à meta”, reconheceu. 

O cubano diz sentir-se num momento de forma “fenomenal”: “Espero melhorar até ao fim do ano. Com a marca que tenho este ano, espero ter a oportunidade de ir à Liga Diamante ou alguns ‘meetings’. Vou continuar a treinar para isso e, com concorrentes com um pouco mais de nível, é possível melhorar a minha marca”. 

 

MLE // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS