Covid-19: Sorteio do Girabola angolano novamente adiado devido “aumento de casos” no país

O sorteio do campeonato angolano de futebol Girabola 2020/21, agendado para hoje, foi novamente adiado, sem data, devido ao “aumento diário” de casos da covid-19 no país, anunciou a Federação Angolana de Futebol (FAF).

Covid-19: Sorteio do Girabola angolano novamente adiado devido

Covid-19: Sorteio do Girabola angolano novamente adiado devido “aumento de casos” no país

O sorteio do campeonato angolano de futebol Girabola 2020/21, agendado para hoje, foi novamente adiado, sem data, devido ao “aumento diário” de casos da covid-19 no país, anunciou a Federação Angolana de Futebol (FAF).

Em nota de imprensa enviada à Lusa, a FAF, que diz “não estar alheia ao caos” que o novo coronavírus trouxe ao futebol, refere que o aumento de casos da covid-19 no país “implica indefinição quanto à prática da atividade desportiva”.

Segundo a FAF, a remarcação da data do sorteio está dependente de um parecer da comissão multissetorial para a Prevenção e Combate da covid-19 à luz de um protocolo de biossegurança e infraestruturas desportivas elaborado pelo órgão.

A Federação Angolana de Futebol agendou inicialmente o sorteio do Girabola 2020/21 para 08 de julho, posteriormente remarcou para 29 de julho, hoje, e agora adia sem data, mantendo, no entanto, como “data indicativa” o dia 03 de outubro para o início da prova.

O organismo que rege o futebol em Angola mantém igualmente as datas das inscrições dos clubes, que tiveram início a 01 de julho e decorrem até 28 de agosto, e o período de vistoria dos campos, de 20 de julho até 23 de agosto.

A reunião com os clubes está agendada para 20 de agosto.

No entanto, a imprensa angolana notícia hoje que o novo adiamento do sorteio do Girabola 2020/21 decorre de um “braço de ferro” entre a FAF e os clubes que defendem “definição clara” da data do sorteio, tendo em atenção as competições africanas (Afrotaças).

Angola vive desde 26 de maio situação de calamidade pública e conta com 1.000 casos da covid-19, nomeadamente 687 ativos, sendo quinze em estado grave e oito em estado crítico, 266 recuperados e 47 óbitos.

Os clubes angolanos decidiram por unanimidade, em 30 de abril, anular o Girabola, interrompido em março devido a pandemia da covid-19, sobretudo para “salvaguardar a saúde e os gastos avultados com os atletas cujos contratos expiravam em maio”.

O campeonato angolano de futebol, então liderado pelo Petro de Luanda com 54 pontos, menos três que o 1.º de Agosto, tetracampeão em título na segunda posição, foi suspenso em março na sequência do decreto sobre o estado de emergência.

Para a época 2020/21 dezasseis equipas estão já confirmadas na prova, entre elas o Interclube, treinado pelo português Ivo Campos.

DYAS // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS